Meteorologia

  • 03 MARçO 2024
Tempo
13º
MIN 9º MÁX 16º

MAI vai investir 20 milhões na requalificação do complexo da Bela Vista

O projeto de requalificação do complexo da PSP da Bela Vista, no Porto, irá permitir, fruto de um investimento de 20 milhões de euros, albergar em "condições condignas" o efetivo policial, anunciou hoje o ministro da Administração Interna.

MAI vai investir 20 milhões na requalificação do complexo da Bela Vista
Notícias ao Minuto

23:24 - 06/12/23 por Lusa

País PSP

À margem da apresentação do projeto de requalificação, o ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, destacou a "necessidade urgente" de se avançar um projeto que conta com mais de 15 anos.

"A execução deste empreendimento tem de ser o mais célere possível, sem desrespeitar a legalidade dos procedimentos, porque é uma necessidade urgente para os nossos polícias", destacou, em declarações aos jornalistas, José Luís Carneiro.

O projeto, que inclui tanto a reabilitação de alguns dos edifícios, como a demolição e consequente construção de novos, permitirá "dar condições de dignidade à polícia".

A construção da quinta da Bela Vista, situada na freguesia de Campanhã, remonta a 1912 e dispõe de perto de 32 mil hectares.

Atualmente, o complexo acolhe vários serviços do Comando Metropolitano da PSP do Porto, bem como as equipas de Prevenção e Reação Imediata e da força da Unidade Especial de Polícia destacada no Porto.

Segundo o ministro, o projeto de arquitetura está concluído e caberá agora à Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna lançar o concurso público para o projeto de execução, após o qual poderá ser lançado o concurso para a empreitada, que se dividirá em três fases.

Dos 607 milhões de euros provenientes da lei de programação de investimentos, o ministro adiantou que para o projeto de requalificação da Bela Vista mandou "reservar 20 milhões de euros".

Questionado se o atual quadro político poderá influenciar a execução deste projeto, José Luís Carneiro assegurou que "tudo o que está a ser feito hoje vai ter continuidade".

"Se for tomada uma outra decisão política significaria um prejuízo grande para o interesse público e para o interesse do Estado", constatou, afirmando que o financiamento está salvaguardado e que "seria uma irresponsabilidade" colocar em causa a decisão por si tomada.

Na apresentação, que decorreu no edifício principal da Bela Vista, a responsável pelo projeto esclareceu que vários espaços se encontram em "mau estado de conservação", pelo que não será possível a sua reabilitação.

Entre os espaços a demolir e, consequentemente, construir novos destacam-se a cozinha, alojamento, garagem, celas, anexos de apoio, edifício lateral (ao edifício principal) de apoio e os canis. Já o edifício principal, o pavilhão, a portaria, os anexos e o ginásio da Unidade Especial de Polícia serão reabilitados.

Segundo a responsável, a empreitada será repartida em três fases, sendo que a primeira terá uma duração de 30 meses e inclui as infraestruturas, o pavilhão, os alojamentos e área de detenção, área cinotécnica e divisão de trânsito.

A segunda fase contempla o edifício principal, a portaria e o edifício de apoio e estima-se que dure 18 meses. Também a terceira fase deverá durar 18 meses e inclui a logística, cozinha, anexos, ginásio e arranjos exteriores.

Leia Também: PSP. MAI assina contrato para "melhoria das condições" na Maia

Recomendados para si

;
Campo obrigatório