Meteorologia

  • 24 FEVEREIRO 2024
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 15º

Costa diz que país vai estar ao lado da Macedónia do Norte na adesão à UE

O primeiro-ministro demissionário, António Costa, transmitiu hoje ao homólogo da Macedónia do Norte o apoio de Portugal no processo de integração na União Europeia (UE), que começou há quase dez anos.

Costa diz que país vai estar ao lado da Macedónia do Norte na adesão à UE
Notícias ao Minuto

16:55 - 04/12/23 por Lusa

País António Costa

"Hoje encontrei-me com Dimitar Kovacevski em Skopje. Pude testemunhar o forte empenho da Macedónia do Norte no processo de adesão à UE, num contexto geopolítico desafiante. Disse-lhe que Portugal continuará a apoiar a Macedónia do NOrte no seu caminho europeu", escreveu António Costa, na rede social X (antigo Twitter), no decurso de uma viagem à região dos Balcãs Ocidentais.

O primeiro-ministro português esteve entre domingo e hoje nesta região para reforçar o compromisso de Portugal em relação ao processo de alargamento da UE. Alguns dos países da região iniciaram as negociações de adesão há mais de dez anos.

Na segunda-feira, António Costa desloca-se à capital da Macedónia do Norte, Skopje, onde irá encontrar-se com o primeiro-ministro Dimitar Kovacevski, seguindo-se depois um almoço em Podgorica, no Montenegro, com o primeiro-ministro do país, Milojko Spajic.

Em comunicado, o gabinete de comunicação de António Costa informou que a visita a estes três países dos Balcãs Ocidentais visa "transmitir o apoio de Portugal aos seus esforços de aproximação à União Europeia, no quadro da política de alargamento".

Atualmente, e sobre a futura entrada destes países, têm surgido críticas no bloco comunitário que apontam para "dois pesos e duas medidas" relativamente ao processo de alargamento da UE. Apesar de a União ter vindo a desenvolver uma política de apoio à integração progressiva, estes países encontram-se há vários anos à espera para ingressar no bloco europeu.

Em 2013, a Croácia tornou-se o primeiro dos sete países dos Balcãs Ocidentais a aderir à UE, enquanto a Albânia, a Bósnia-Herzegovina, o Montenegro, a Macedónia do Norte e a Sérvia têm oficialmente o estatuto de países candidatos.

Entretanto, foram iniciadas negociações e abertos capítulos de adesão com o Montenegro e a Sérvia, além de que as negociações com a Albânia e a Macedónia do Norte foram iniciadas em julho de 2022 e o Kosovo apresentou a sua candidatura à adesão em dezembro de 2022.

A 13 de dezembro, realiza-se em Bruxelas uma cimeira UE-Balcãs.

A visita de António Costa surge também a poucos dias de um decisivo Conselho Europeu, que se realiza em Bruxelas a 14 e 15 de dezembro, no qual os líderes da UE vão discutir a abertura de negociações formais para adesão da Ucrânia e da Moldova.

Leia Também: Von der Leyen inicia périplo pelos Balcãs para anunciar apoio económico

Recomendados para si

;
Campo obrigatório