Meteorologia

  • 15 ABRIL 2024
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 24º

Von der Leyen inicia périplo pelos Balcãs para anunciar apoio económico

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, inicia hoje um périplo pelos Balcãs ocidentais, com início na Macedónia do Norte, para apresentar os pormenores do plano europeu para o crescimento económico da região e discutir questões bilaterais.

Von der Leyen inicia périplo pelos Balcãs para anunciar apoio económico
Notícias ao Minuto

17:00 - 29/10/23 por Lusa

Mundo Comissão Europeia

Em Skopje, ainda esta tarde, encontrar-se-á com o Presidente da Macedónia, Stevo Pendarovski, e na segunda-feira com o primeiro-ministro, Dimitar Kovacevski, com quem deverá participar numa conferência de imprensa, segundo os media locais.

Von der Leyen deverá também deslocar-se a Pristina na segunda-feira, onde se reunirá com as autoridades do Kosovo.

Na terça-feira, visitará o Montenegro e a Sérvia e concluirá a sua viagem na quarta-feira com uma visita à Bósnia-Herzegovina.

Na cimeira do "Processo de Berlim" entre os líderes europeus e dos Balcãs, realizada em Tirana em meados deste mês, Von der Leyen anunciou um novo plano de crescimento europeu para os países dos Balcãs ocidentais que poderá duplicar o crescimento das suas economias até ao final da década.

O plano abre o acesso ao Mercado Único da União Europeia por parte das empresas da região em diferentes domínios, mas exige que os países dos Balcãs concluam o seu mercado comum regional e acelerem as reformas para alinhar os seus padrões e normas com os europeus.

A União Europeia (UE) tenciona conceder um pacote financeiro de 6 mil milhões de euros para investimentos e reformas nos Balcãs (4 mil milhões em empréstimos e 2 mil milhões em subsídios), mas condiciona o seu financiamento à realização das reformas exigidas.

Os seis países dos Balcãs ocidentais - Albânia, Bósnia e Herzegovina, Kosovo, Montenegro, Macedónia do Norte e Sérvia - aspiram aderir à UE e estão em diferentes fases neste processo.

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, reiterou por diversas vezes que a União Europeia trabalha para estar pronta para o alargamento até 2030.

Leia Também: Von der Leyen destaca ambiente de "grande agitação" mundial

Recomendados para si

;
Campo obrigatório