Meteorologia

  • 01 MARçO 2024
Tempo
11º
MIN 10º MÁX 15º

De Norte a Sul. As limitações nas urgências por região

A Direção Executiva do Serviço Nacional de Saúde divulgou hoje um novo plano de reorganização das urgências, que indica que 39 pontos vão funcionar com limitações nalgumas especialidades entre os dias 3 e 9 de dezembro.

De Norte a Sul. As limitações nas urgências por região
Notícias ao Minuto

20:28 - 01/12/23 por Lusa

País Urgências

Fique a par das limitações nas urgências por região:

Região Norte

A urgência de ortopedia do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, em Vila Real, vai ter constrangimentos nas noites dos dias 04 e 06, sendo os doentes enviados para o Centro Hospitalar Universitário de Santo António, no Porto.

O Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, de Chaves, vai ter dificuldades, durante toda a semana, nas urgências de pediatria e ortopedia, com os doentes a serem reencaminhados para os hospitais de Santo António e Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro.

A urgência de cirurgia geral do Hospital de Mirandela irá referenciar, durante este período, para o hospital de Bragança.

O hospital de Braga vai ter limitações nas urgências de ginecologia/obstetrícia nos dias 04,06,07 e 09, sendo as grávidas encaminhadas para o Centro Hospitalar do Médio Ave, em Vila Nova de Famalicão e hospitais de Guimarães, Viana do Castelo e São João, no Porto. Este hospital de Braga vai ter encerrada, durante a próxima semana, a urgência de cirurgia geral, sendo o São João a unidade de saúde de referência.

Em Viana do Castelo, o hospital local terá dificuldades em pediatria no dia 03 de dezembro, enviando os doentes para Braga, e nos dias 03, 07, 08 e 09 de dezembro os constrangimentos serão em cirurgia geral, medicina interna e na Via Verde AVC. Os doentes serão enviados para o São João e para Braga.

A unidade Local de Saúde do Alto Minho, em Monção, terá limitações no serviço de urgência básica no dia 03, com os doentes a serem enviados para Ponte de Lima e Viana do Castelo.

A Via Verde AVC em Guimarães estará condicionada nas noites de 03 a 09 de dezembro, com os doentes a serem referenciados para Braga.

Centro Hospitalar do Médio Ave, em Vila Nova de Famalicão, irá ter condicionamentos de cirurgia geral (03,05,06,07 e 08), encaminhando para o São João e em Medicina Interna (dia 03 de dia, 08 à noite e 09, doentes referenciados para Braga).

No Hospital de Santa Maria Maior, em Barcelos, a cirurgia geral estará sempre condicionada (hospital de referência é o Porto - São João). Para Braga vão os utentes de pediatria e ortopedia durante todas as noites da próxima semana.

Na Unidade Local de Matosinhos estará condicionada a cirurgia geral, a 03,08 e 09, sendo o hospital de São João a referência.

Também o Centro Hospitalar da Póvoa de Varzim/Vila do Conde terá a urgência de cirurgia geral com limitações no dia 03 todo o dia e nos restantes dias da semana à noite. Os doentes serão enviados para o Porto (São João).

Ainda na região norte, em Penafiel, do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa, haverá limitações em todo o período na cirurgia geral (utentes para Santo António, Porto) e pediatria nalguns dias da semana (doente para São João).

Nunidade hospitalar de Vila da Feira (Centro Hospitalar Entre Douro e Vouga) estará condicionada a ortopedia no período noturno (doentes atendidos em Gaia/Espinho), assim como a pediatria (dia 03 e noites de 08 e 09) e a ginecologia/obstetrícia (03 e 09 e noite de dia 08).

Região Centro

Na região Centro, que tem 17 pontos na rede de urgência do SNS, as dificuldades vão verificar-se na Unidade Hospitalar Tondela Viseu no serviço de ortopedia em todas as noites da próxima semana com os doentes a serem enviados para Coimbra.

A Guarda, um dos hospitais com o maior número de serviços de urgências afetadas, vai ter constrangimentos durante toda a semana em cirurgia geral, medicina interna e Via Verde AVC. Já ginecologia/obstetrícia e ortopedia terá limitações nalguns dias, sendo os hospitais de referência Viseu, Coimbra e Covilhã.

No hospital dos Covões, em Coimbra, o serviço de urgência básica será afetado nos dias 04 e 09 à noite com os doentes a serem enviados para o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra.

Na Unidade Hospitalar de Aveiro as dificuldades ocorrem da ginecologia, pediatria e cirurgia geral, em diversos dias, com os doentes atendidos em Coimbra, e em Águeda será no serviço de urgência básica. Já na Figueira da Foz serão as especialidades de cirurgia geral e ortopedia a terem limitações nalguns dias, com os doentes a terem de ser vistos em Coimbra.

Em Leiria haverá dificuldades nas especialidades de ginecologia, pediatria, cirurgia geral e na Via Verde Coronária nalguns dias (doentes atendidos em Coimbra) e no ACES Dão Lafões -- Centro de Saúde de São Pedro do Sul - será o serviço de urgência básica a ter constrangimentos a 04 e 06 de novembro durante o dia e na noite de 07, com os doentes a terem de ser atendidos em Viseu.

Região de Lisboa e Vale do Tejo

Na Região de Lisboa e Vale do Tejo, com 17 pontos no Serviço de Urgência do SNS, haverá dificuldades de resposta no Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (ortopedia, dia 03), com os doentes a irem para o Centro Hospitalar Lisboa Central, e também no Hospital de Loures (ginecologia, pediatria e cirurgia geral, nalguns dias da semana. Neste caso os doentes devem ir para as urgências do Hospital de Vila Franca de Xira, do Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental, Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central e Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte.

A Unidade Hospitalar de Caldas da Rainha terá dificuldades de resposta em ginecologia/obstetrícia, pediatria, ortopedia, medicina interna e cirurgia geral, nalguns dias, com os doentes a terem de ser vistos em Coimbra, no Lisboa Central e em Torres Vedras, consoante a especialidade.

Já em Torres Vedras as dificuldades de resposta acontecem no período noturno da pediatria, nos dias 06, 08 e na noite de 07 na ortopedia e na noite do dia 08 na medicina interna. Os doentes passam para as Caldas da Rainha e para o Centro Hospitalar Lisboa Central.

Em Peniche haverá dificuldades no serviço de urgência básica na noite de dia 03 e durante o dia todo de 04,06,08 e 09, com os doentes a seguirem para as Caldas da Rainha e Torres Vedras.

Já a Unidade Hospitalar de Abrantes vai ter dificuldade de resposta na ginecologia/obstetrícia no domingo e na cirurgia geral na noite de 05 e no dia todo de 09 (doentes vão para Santarém ou Lisboa Central).

Por sua vez Tomar vai ter em alguns dias problemas no serviço de urgência básica (doentes para Torres Novas e Abrantes). Também Torres Novas vai ter constrangimentos no serviço de urgência básica no dia de 08 e na pediatria a 03 e 09, os doentes serão assistidos em Tomar, Abrantes, Santarém e Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central.

Por sua vez Santarém terá constrangimentos em ginecologia (05,06,07,08 e 09), na Via Verde AVC e Via Verde Coronária (03 e nas noites de 04 e 09) e na ortopedia (03, 08 e durante o dia de 04), sendo os doentes vistos no Lisboa Central e em Abrantes.

Em Vila Franca de Xira haverá dificuldades em ginecologia nos dias 07,08 e 09 (hospital de referência Loures e Lisboa Central).

O Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental terá problemas em alguns dias da semana nas urgências de ginecologia, pediatria e cirurgia geral, com doentes para Lisboa Central, Maternidade Alfredo da Costa, Loures e Cascais.

No Amadora/Sintra as dificuldades serão nas especialidades de ginecologia/obstetricia e pediatria, nalguns dias, e no Garcia de Orta (Almada) em ginecologia, pediatria, cirurgia geral, ortopedia e Via Verde AVC, nalguns dias da semana, com os doentes a serem vistos em Setúbal, Barreiro e no Lisboa Central.

Na Unidade Hospitalar do Barreiro as dificuldades vão ocorrer nas especialidades de ginecologia e pediatria na segunda-feira, com os doentes a terem de ser vistos no Garcia de Orta e no Lisboa Central.

Em Setúbal, serão afetadas as urgências de ginecologia/ obstetrícia, pediatria, cirurgia geral e ortopedia em alguns dias da semana com os doentes a serem assistidos no Garcia de Orta, no Barreiro e Lisboa Central.

Região do Alentejo

Em Évora, há condicionamentos em vários dias da semana em pediatria, cirurgia geral e medicina interna com os utentes a seguirem para Lisboa Central e Norte.

Algarve

No Algarve, com seis pontos de urgência, haverá dificuldades em dois, nalguns dias: Faro (pediatria e cirurgia geral) e Portimão (pediatria).

Leia Também: Na próxima semana, serviços de urgência com limitações aumentam para 39

Recomendados para si

;
Campo obrigatório