Meteorologia

  • 26 FEVEREIRO 2024
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 14º

Jovem israelita com ligações a Portugal libertado pelo Hamas

A mãe do jovem estará em processo de obtenção de nacionalidade portuguesa.

Jovem israelita com ligações a Portugal libertado pelo Hamas
Notícias ao Minuto

22:42 - 29/11/23 por Notícias ao Minuto com Lusa

País Israel/Palestina

Um jovem israelita com ligações a Portugal foi um dos 14 reféns libertados esta quarta-feira pelo Hamas, segundo adiantou a imprensa de Israel.

Liam Or, de 18 anos, foi capturado com o tio Dror Or, de 48 anos, e com os primos, Noam, de 17 anos, e Alma, de 13 anos, depois de membros do Hamas terem atacado o kibbutz Be'eri, a 7 de outubro.

Dror Or, que entretanto obteve a nacionalidade portuguesa, continua em cativeiro. Os filhos deste, contudo, foram libertados no dia 25 de novembro, como parte do acordo de cessar-fogo entre Israel e o Hamas.

A Comunidade Israelita do Porto confirmou ao Notícias ao Minuto a libertação dos jovens, que não têm nacionalidade portuguesa, uma vez que são menores e a legislação dos sefarditas abrange apenas os maiores de idade. A libertação também foi confirmada à Lusa por fonte do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Dror Or, judeu descendente de sefarditas, foi raptado depois de a sua mulher ter sido assassinada. O homem obteve nacionalidade portuguesa já depois do dia 7 de outubro.

Também Dana Or, irmã do português e mãe de Liam Or, foi capturada, estando em processo de obtenção de nacionalidade portuguesa, de acordo com a Comunidade Israelita do Porto.

Shai Hagai, amigo de Liam, terá recebido uma fotografia do jovem quando este foi levado para Gaza. Outros residentes daquele kibbutz deram conta de que a comunicação com o adolescente parou às 8h14, segundo noticiou o The Times of Israel.

De acordo com o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros do Qatar, dois cidadãos russos e quatro tailandeses foram hoje libertados pelo Hamas fora do quadro do acordo de trégua negociado com mediação do Qatar, dos Estados Unidos e do Egito.

Além disso, como parte do acordo de pausa humanitária, 30 palestinianos, incluindo 16 menores e 14 mulheres, serão hoje libertados pelos israelitas.

Entre os reféns libertados hoje pelo Hamas estão cinco cidadãos com dupla nacionalidade - um neerlandês, três alemães e um norte-americano -, de acordo com o porta-voz.

Após uma extensão inicial da trégua até quinta-feira, às 7h00 locais (5h00 em Lisboa), uma fonte próxima do Hamas adiantou à agência France-Presse que o grupo concordou em estendê-la por mais quatro dias e libertar novos reféns israelitas, "sob o atual acordo e nas mesmas condições", mas nenhum entendimento foi ainda confirmado.

Até agora, no âmbito do acordo, o Hamas libertou 81 reféns - 61 israelitas e 20 estrangeiros - enquanto Israel entregou 180 palestinianos, todos mulheres e crianças.

Depois do ataque surpresa do Hamas contra o território israelita, sob o nome 'Tempestade al-Aqsa', Israel bombardeou a partir do ar várias instalações daquele grupo armado na Faixa de Gaza, numa operação que denominou 'Espadas de Ferro'.

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, declarou que Israel está "em guerra" com o Hamas, grupo considerado terrorista por Israel, pelos Estados Unidos e pela União Europeia (UE), tendo acordado com a oposição a criação de um governo de emergência nacional e de um gabinete de guerra.

[Notícia atualizada às 23h02]

Leia Também: Exército israelita anuncia libertação de 14 reféns pelo Hamas

Recomendados para si

;
Campo obrigatório