Meteorologia

  • 03 MARçO 2024
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 16º

Município de Leiria contrata 22 médicos no âmbito do projeto Bata Branca

O Município de Leiria vai contratar 22 médicos no âmbito do projeto 'Bata Branca', através de um protocolo com a Administração Regional de Saúde (ARS) de Lisboa e Vale do Tejo e a União das Misericórdias Portuguesa.

Município de Leiria contrata 22 médicos no âmbito do projeto Bata Branca
Notícias ao Minuto

08:45 - 29/11/23 por Lusa

País Leiria

A vereadora com o pelouro da Saúde, Ana Valentim, explicou na última reunião de Câmara, na terça-feira, que os 22 médicos vão preencher 168 horas nos centros de saúde de Leiria, dando assim resposta aos utentes que não têm médico de família.

Segundo a autarca socialista, a distribuição dos médicos será agora feita em articulação com o Agrupamento de Centros de Saúde (ACeS) do Pinhal Litoral, tendo como prioridades as unidades de saúde que se encontram encerradas por falta de clínicos.

À agência Lusa, Ana Valentim precisou que foram contratados médicos do setor privado, aposentados ou sem vínculo com a ARS Centro.

"Estamos em condições de iniciar a 01 de dezembro. Vamos dar prioridade aos centros de saúde que estão encerrados, nomeadamente Bidoeira, Santa Catarina da Serra, Milagres e Regueira de Pontes", acrescentou.

A disponibilidade dos médicos será também tida em conta, assim como a sua localização.

"Pretendemos que os médicos que sejam residentes em algumas freguesias fiquem lá afetos. Temos total flexibilidade nesse sentido. Alguns profissionais de saúde estão disponíveis, por exemplo, para [trabalhar] ao sábado", revelou.

Essa disponibilidade fará com que seja possível abrir algumas unidades de saúde ao sábado, o que "poderá ser uma resposta muito importante".

"Temos esperança de que a partir de 2024, ao arrancarmos com o projeto, mais médicos também adiram ao 'Leiria Saúde' e que possamos colmatar as necessidades, sobretudo dos centros de saúde que se encontram encerrados por falta de médicos", reforçou.

O projeto possui um financiamento partilhado, entre a Administração Central do Sistema de Saúde e a Santa Casa da Misericórdia de Leiria, cabendo ao Município atribuir cerca de 21.500 euros a esta última entidade, valor para os primeiros dois meses.

Ana Valentim disse ainda à Lusa que o concelho de Leiria tem cerca de 44 mil utentes sem médico de família atribuído.

Leia Também: Bastonário defende "acordo pleno" do Governo com sindicatos dos médicos

Recomendados para si

;
Campo obrigatório