Meteorologia

  • 05 MARçO 2024
Tempo
MIN 8º MÁX 16º

Governo dos Açores admite ampliar Centro de Saúde das Velas

O presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, admitiu hoje a possibilidade de o Centro de Saúde das Velas, na ilha de São Jorge, poder ser ampliado para melhorar os cuidados de saúde prestados à população.

Governo dos Açores admite ampliar Centro de Saúde das Velas
Notícias ao Minuto

13:38 - 20/09/23 por Lusa

País São Jorge

O líder do executivo açoriano (PSD/CDS-PP/PPM) inaugurou hoje, no arranque do segundo dia da visita estatutária à ilha de São Jorge, a empreitada de reabilitação e beneficiação do edifício do Centro de Saúde das Velas, que representou um investimento de 3,5 milhões de euros.

"É uma enorme alegria, finalmente, termos aqui nas Velas a reabilitação e a beneficiação do Centro de Saúde alcançado. [A comparação] é da noite para o dia: o que era - uma indignidade - e o que é, que é de excelência. Aliás, com testemunho de doentes e dos profissionais da saúde", declarou José Manuel Bolieiro aos jornalistas.

E prosseguiu: "Mas, na saúde, aqui em São Jorge, como em qualquer ilha [e] no mundo inteiro, uma coisa feita, reclama e chama por outra a fazer. E, por isso, em todas as unidades de saúde de ilha nos Açores nós queremos aumentar as capacidades e, em particular, naquelas ilhas sem hospital", como é o caso de São Jorge.

No caso concreto de Velas, adiantou que o executivo que lidera está a avaliar a adaptação funcional do Centro de Saúde às novas condições físicas, reconhecendo que, "apesar de estarem excelentes, podem ser ainda ampliadas".

"E é este o compromisso que estamos a desenvolver", indicou.

Segundo Bolieiro, no setor da saúde, o executivo que lidera "tem muito para correr atrás do prejuízo" ao nível das Unidades de Saúde de Ilha e dos Centros de Saúde.

O presidente do Governo açoriano não adiantou que valências de saúde poderão vir a ser instaladas no denominado "Bloco Sul" do edifício, uma vez que os profissionais "são decisivos" sobre aquilo que pode ser útil para "acrescentar valor na ilha de São Jorge".

"Quer aqui nas Velas, quer na Calheta, [as áreas da saúde] têm que merecer a nossa atenção, sem prejuízo de todas as outras ilhas e de todos os outros concelhos",assumiu.

Salientou ainda que há "situações em outras ilhas" que também merecem prioridade, sem especificar.

"Nós estamos nesta fase, como disse, a correr atrás do prejuízo, mas estamos efetivamente empenhados na requalificação dos equipamentos e da capacidade do Serviço Regional de Saúde, tanto na componente hospitalar como também na componente dos cuidados primários de saúde através dos Centros de Saúde e da sua boa gestão com as Unidades de Saúde de Ilhas respetivas", concluiu.

A intervenção realizada no Centro de Saúde das Velas totalizou 3,5 milhões de euros e teve comparticipação de 85% de verbas comunitárias (PO 2020 e Programa de Recuperação e Resiliência).

Na sessão inaugural, o presidente do Conselho de Administração da Unidade de Saúde de Ilha de São Jorge referiu que a obra era "há muito almejada" e é da máxima importância" para o concelho de Velas.

"O estado da degradação em que se encontrava o Centro de Saúde de Velas não dignificava a prestação de cuidados de saúde deste concelho, nem o esforço diário dos seus colaboradores", disse Francisco Fonseca.

Segundo o responsável, a intervenção realizada permite a reorganização funcional da urgência, internamento e laboratório de análises clínicas, entre outras áreas.

Após a inauguração da reabilitação e beneficiação do Centro de Saúde das Velas, o Governo dos Açores reuniu com o presidente da Câmara Municipal da Calheta, Décio Pereira (independente).

Segundo o Estatuto dos Açores, o Governo Regional tem de visitar cada uma das ilhas do arquipélago pelo menos uma vez por ano, com a obrigação de reunir o Conselho do Governo na ilha visitada.

Leia Também: Conselho de Ilha de São Jorge faz balanço positivo de reunião com Governo

Recomendados para si

;
Campo obrigatório