Meteorologia

  • 17 JUNHO 2024
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 22º

Sindicato dos Enfermeiros Portugueses marca greves para 28 e 30 de junho

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) anunciou mais duas greves a 28 e 30 de junho para exigir melhores condições de trabalho, a contratação de mais profissionais e a contagem de pontos para efeitos de progressão na carreira.

Sindicato dos Enfermeiros Portugueses marca greves para 28 e 30 de junho
Notícias ao Minuto

07:28 - 26/05/23 por Lusa

País SEP

Numa mensagem em vídeo publicada na quinta-feira na rede social Facebook, o presidente do SEP, José Carlos Martins, explica que na ausência de respostas do Ministério da Saúde às revindicações dos enfermeiros, foram decididas novas greves a 28 e 30 de junho nos turnos da manhã e da tarde.

"O Ministério da Saúde continua sem apresentar propostas de solução para o conjunto dos problemas (...) e, portanto, no desenvolvimento da greve nacional do dia 12 de maio, a direção nacional reuniu-se e decidiu avançar com dois dias de greve, no dia 28 de junho e 30 de junho nos turnos da manhã e da tarde, sendo que no dia 30 faremos uma nova concentração às 11:00 frente ao Ministério da Saúde", disse.

O presidente do SEP realçou que os enfermeiros vão continuar a lutar pelas orientações relativamente ainda à contagem dos pontos para efeitos de progressão na carreira, para resolver injustiças relativas, lutar pelo pagamento de retroativos desde 2018 e a reposição da paridade salarial entre a carreira de enfermagem e a carreira de técnico superior e outras na área da saúde.

Na mensagem, José Carlos Martins disse ainda que o SEP vai lançar um ciclo de debates "enquadradores de uma proposta profunda à carreira"

"Por último dizer ainda duas notas: primeiro é vital, fundamental, resolver os problemas prioritários elencados e por último dizer que não há resultados, nunca houve ao longo da historia processos de conquista de soluções sem lutas, sem luta continuada, sem luta persistente: Num quadro de Governo de maioria absoluta sabemos que a guerra vai ser longa e terá várias batalhas continuas, persistentes e de forma organizada", concluiu.

Os enfermeiros assinalaram no dia 12 de maio o Dia Internacional do Enfermeiro com uma greve para reivindicar melhores condições de trabalho.

Leia Também: Quase 2 mil enfermeiros portugueses deixaram de exercer no Reino Unido

Recomendados para si

;
Campo obrigatório