Meteorologia

  • 20 MAIO 2024
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 21º

Costa reuniu-se com Patrice Trovoada em São Tomé a caminho da RCA

 O primeiro-ministro português reuniu-se hoje com o seu homólogo são-tomense, Patrice Trovoada, em São Tomé, onde fez escala antes de partir para a República Centro-Africana (RCA), encontro que teve como tema central a cooperação bilateral.

Costa reuniu-se com Patrice Trovoada em São Tomé a caminho da RCA
Notícias ao Minuto

09:25 - 03/02/23 por Lusa

País António Costa

No final do pequeno-almoço de trabalho com Patrice Trovoava, que durou cerca de uma hora e em que não houve declarações à imprensa, foi salientado o apoio dado por Portugal no passado mês de dezembro no valor de 15 milhões de euros.

"Continuamos a trabalhar na identificação das necessidades e oportunidades que se apresentam a São Tomé e Príncipe", escreveu o primeiro-ministro português na sua conta na rede social Twitter.

Em dezembro passado, o Governo português aprovou uma resolução que autorizou a disponibilização de um montante extraordinário de 15 milhões de euros para apoio direto ao Orçamento Geral do Estado de São Tomé e Príncipe. Um apoio financeiro destinado a contribuir para o desenvolvimento nos setores da educação, saúde e segurança alimentar, bem como do robustecimento da democracia e do Estado de direito.

Esta subvenção resultou de uma visita a Portugal do primeiro-ministro de São Tomé e Príncipe, Patrice Trovoada, em 08 de dezembro passado, ocasião em que advertiu que o arquipélago estava a viver um "momento crítico" em termos económicos.

Por sua vez, António Costa realizou uma visita oficial a São Tomé em 19 de dezembro de 2021, durante a qual salientou os "fortes laços de cooperação que existem entre os dois países e que, na sua perspetiva, se consolidou com a assinatura do Programa Estratégico de Cooperação entre 2021 e 2025".

O Programa Estratégico de Cooperação (PEC) tem um valor estimado em 60 milhões de euros até 2025 e dá prioridade às áreas da saúde, educação e cultura, proteção social, trabalho e formação profissional, justiça, segurança e defesa, agricultura, pescas, energia e ambiente, finanças públicas, economia e infraestruturas.

Na sua visita a São Tomé e Príncipe em dezembro de 2021, António Costa destacou o projeto de cooperação Saúde para Todos, lançado em 1988 e que é considerado um dos mais importantes da cooperação portuguesa. Inclui a telemedicina desde 2011 e tem sido alargado a áreas de especialidade como a imagiologia, cardiologia, dermatologia e oftalmologia, otorrinolaringologia e gastroenterologia, num total de 26 especialidades.

Já em 27 de setembro passado, o primeiro-ministro português, António Costa, elogiou o povo são-tomense pela "maturidade política" demonstrada nas últimas eleições, mas também a ADI (Ação Democrática Independente) e o seu presidente pela vitória eleitoral.

"Felicito o povo são-tomense pela demonstração de maturidade política e vitalidade democrática. Congratulo também todos os partidos e candidatos, em particular a ADI e o seu Presidente, Patrice Trovoada, pela vitória eleitoral", escreveu António Costa na sua conta na rede social Twitter.

Na sua última visita a este país, o líder do executivo português jantou com membros das guarnições do navio-patrulha Zaire e do navio hidrográfico Dom Carlos, no Espaço Cacau, em São Tomé.

António Costa considerou então que as forças nacionais destacadas "cumprem uma missão muito importante para o país, porque ajudam Portugal a projetar-se internacionalmente, a reforçar a sua posição no âmbito das Nações Unidas, da União Europeia, da NATO, mas também ao nível da cooperação bilateral".

"Estas missões em São Tomé e Príncipe são boa prova disso, já que contribuem para a segurança coletiva, designadamente no Golfo da Guiné -- um ponto crítico de trânsito no Atlântico e para a missão científica em curso no âmbito do programa Mar Aberto", disse.

Desde o final do ano passado que São Tomé e Príncipe e Portugal estão a negociar a substituição do navio-patrulha Zaire, com mais de 50 anos, que tem ajudado a dissuadir crimes nas águas do arquipélago situado no Golfo da Guiné.

O navio da República Portuguesa (NRP) Zaire opera nas águas são-tomense desde janeiro de 2018, com uma guarnição mista de militares portugueses e são-tomenses, no âmbito de um acordo de cooperação bilateral.

Leia Também: Costa e ministra da Defesa visitam hoje missão portuguesa em Bangui

Recomendados para si

;
Campo obrigatório