Meteorologia

  • 24 MAIO 2024
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 25º

Mais de 20 detidos por crimes violentos associados a claques desportivas

A Polícia de Segurança Pública está a dar cumprimento a 29 mandados de detenção, assim como a "30 mandados de buscas domiciliárias, na área da Grande Lisboa e margem sul do Tejo".

Mais de 20 detidos por crimes violentos associados a claques desportivas
Notícias ao Minuto

09:41 - 01/02/23 por Notícias ao Minuto com Lusa

País Detenção

Mais de 20 pessoas foram detidas, esta quarta-feira, pelo Comando Metropolitano de Lisboa da Polícia de Segurança Pública (PSP), através da Divisão de Investigação Criminal, devido a vários episódios de violência em Lisboa e outras zonas da área metropolitana relacionados com claques desportivas.

Esta força de segurança está a dar cumprimento a "29 mandados de detenção emitidos por autoridade judiciária, bem como a 30 mandados de buscas domiciliárias, na área da Grande Lisboa e margem sul do Tejo", indica a PSP, em comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso.

Em causa está o movimento 'Casual', ligado ao fenómeno desportivo, na sequência de "vários episódios de violência em Lisboa e outras zonas da área metropolitana", cuja autoria é atribuída a "dois grupos afetos a este movimento, visando alguns dos seus elementos mais ativos e agressivos".

"No inquérito que decorre e que deu origem a esta ação são investigadas situações de agressões, entre grupos de adeptos e contra a polícia, crimes de roubo, dano qualificado e participação em rixa", esclarece ainda o organismo.

Conforme confirmou o Notícias ao Minuto junto do Comissário da PSP André Teixeira, os 27 detidos pertencem à subcultura 'Casual', estando associados ao Benfica e ao Sporting. Uma das pessoas foi detida em flagrante delito, na posse de uma arma de fogo.

Segundo o comissário, foram já apreendidos na operação - que começou pelas 7h00 e ainda decorria às 10h00 - duas armas de fogo, drogas, artefactos pirotécnicos e armas brancas.

Por seu lado, a CNN adianta que todos os detidos, alguns dos quais arriscam ficar em prisão preventiva, passarão a próxima noite nos calabouços da PSP, sendo presentes ao Tribunal de Instrução Criminal na quinta-feira.

Estão empenhados dezenas de operacionais nesta "operação de grande envergadura", em articulação com a 11.ª Secção do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa, apoiados pela componente da polícia técnica e outras valências da PSP. A Guarda Nacional Republicana está, também, a colaborar.

[Notícia atualizada às 10h40]

Leia Também: PSP faz patrulhas em Paris para ajudar em ocorrências com portugueses

Recomendados para si

;
Campo obrigatório