Meteorologia

  • 15 JUNHO 2024
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 22º

Tratamento em Israel já não funciona. Tomás está de partida para a China

Menino, de 11 anos, luta contra uma leucemia. Portugueses ajudaram família com 350 mil euros.

Tratamento em Israel já não funciona. Tomás está de partida para a China
Notícias ao Minuto

09:19 - 05/12/22 por Natacha Nunes Costa

País Leucemia

Tomás Lamas, o menino de 11 anos que tem uma leucemia e emocionou o país na semana passada, vai partir dentro de dias para Pequim, na China, para realizar um novo tratamento com Car T Cells.

Na conta de Instagram Batazu, a família dá conta que o tratamento previsto, que seria aplicado num hospital israelita, "infelizmente" já não funciona no Tomás. Assim sendo, "sob a orientação da equipa médica de Israel encontrou-se uma alternativa mais eficaz".

"Após muita investigação e vários contactos com todos os centros de Car T Cells do mundo (EUA, Europa, China), conseguimos, dentro do orçamento previsto, encontrar as Car T Cells de quarta geração (com efeitos adversos mínimos) com 'double target' (CD33/CLL1) em Pequim, na China, com o objetivo de conseguir uma remissão completa e avançar, logo de seguida, para o transplante em Israel", explica a família na mesma publicação.

Perante isso, os pais de Tomás decidiram antecipar o Natal e celebrar a época natalícia com os filhos antes da partida de pai e filho para a China. O vídeo do momento é emocionante.

Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por Batazu (@batazu_family)

Recorde-se que a família Batazu precisava de 350 mil euros para o menino voltar a Israel, onde já tinha estado, para continuar os tratamentos contra a leucemia. Os portugueses uniram-se e, em apenas quatro dias, o valor necessário foi angariado.

Revela a família, também através do Instagram, que continuam a ter "muitas solicitações para ajudar". Os amigos do rugby do Tomás estão, inclusive, a organizar um torneio a 18 de dezembro. O objetivo deste evento é "angariar fundos para apoiar o desenvolvimento das Car T Cells para outras crianças portuguesas beneficiarem desta terapêutica inovadora com efeitos adversos mínimos a comparar com a quimioterapia".

Leia Também: Família pediu 350 mil euros para tratar Tomás. A resposta surpreendeu

Recomendados para si

;
Campo obrigatório