Meteorologia

  • 07 FEVEREIRO 2023
Tempo
12º
MIN 6º MÁX 14º

Grada Kilomba e Zicky Té entre as 100 personalidades negras do ano

A artista Grada Kilomba, o futsalista português Zicky Té, o académico brasileiro Jarbas Vargas Nascimento e a arquiteta e a curadora angolana Paula Nascimento estão entre as 100 personalidades negras do ano da lusofonia para a revista Bantumen.

Grada Kilomba e Zicky Té entre as 100 personalidades negras do ano

As '100 Personalidades Negras Mais Influentes da Lusofonia em 2022' foram hoje divulgadas, com uma apresentação pública da lista no Teatro São Luiz, em Lisboa, revelou a 'Bantumen', plataforma digital centrada na cultura negra, que repetiu este ano a iniciativa de 2021 que criou uma 'Power List' de personalidades negras.

"Nomes como Ivandro (Artista de Música), Jarbas Vargas Nascimento (Académico), Zicky Té (Futsalista), Paula Nascimento (Arquiteta e Curadora Artística) José Lino Neves ( V i c e - Presidente Ass. Batoto Yetu Portugal), Alice Neto Sousa (Poeta), Janice Silva (Futsalista), Grada Kilomba (Artista interdisciplinar), Mónica de Miranda (Artista e Investigadora Cultural), Carlos Andrade 'Artolash' (Humorista) ou Sebastião Coana (Artista), entre vários outros, compõem a lista de 2022", adianta a organização da iniciativa em comunicado.

Da lista fazem parte nomes de Portugal, Brasil, Cabo Verde, Angola, São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau e Moçambique.

"Foram celebradas personalidades de diversas áreas de atuação, desde artistas, académicos, influenciadores digitais, desportistas, empreendedores e muito mais, que criam um impacto positivo e notável na sociedade", refere-se no comunicado.

A Bantumen lidera a iniciativa com o apoio das plataformas de comunicação Balai CV, Rádio Cidade (Cabo Verde), Mundo Negro (Brasil), No Balur (Guiné Bissau), PlatinaLine (Angola), STP Digital (São Tomé) e Xonguila (Moçambique) que, em conjunto, elegeram as 100 personalidades da lusofonia, através de um sistema de votação que abrangeu "74 jornalistas e produtores de conteúdo, em seis países diferentes".

Segundo a organização, a iniciativa deste ano atribuiu também três prémios de empreendedorismo e inovação.

"O "Djassi Award" foi para Ricardo Lima, Head of Startups da Web Summit, que se destacou pelo seu papel impulsionador de ecossistemas de inovação favoráveis a Afro-empreendedores. O galardão de "Empreendedor Promissor Bantumen", [foi] entregue em parceria com a Startup Portugal, a Nuno Varela, fundador do espaço comunitário Kriativu, em Chelas, um projeto de impacto social que impulsiona jovens explorarem o seu talento", refere o comunicado.

"Por sua vez, António Rocha, fundador da startup Smartex, venceu o "Prémio de Mérito - Empreendedor BANTUMEN", também em parceria com a Startup Portugal, pelo seu incrível espírito de inovação e irreverência no ecossistema empreendedor", acrescenta.

Os homenageados de 2022 foram escolhidos a partir de um universo de mais de 200 candidatos.

"Celebrar e dar visibilidade global ao percurso de excelência da comunidade afrodescendente, é o mote da iniciativa que se associa ao Dia Internacional dos Direitos Humanos para promover a igualdade, diversidade e inclusão, em que os nomeados têm em comum um sentido de representatividade e pertença entre a comunidade negra lusófona", salientou Vanessa Sanches, fundadora da Bantumen, em declarações à Lusa, na apresentação da iniciativa, em novembro.

Leia Também: Macau vai criar dois centros tecnológicos para apoiar projetos lusófonos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório