Meteorologia

  • 02 DEZEMBRO 2022
Tempo
13º
MIN 7º MÁX 14º

Ação local "é essencial" para reavivar ensino de português na Califórnia

O cônsul-geral de Portugal em São Francisco, Pedro Pinto, disse hoje que "não há bala de prata" para resolver o desafio do ensino do português na Califórnia e que a ação ao nível local "é essencial" nesta questão.

Ação local "é essencial" para reavivar ensino de português na Califórnia

"Não há bala de prata, não há receita mágica. O contributo de todos é essencial", afirmou o cônsul-geral, durante a sessão de abertura da 46.ª conferência anual da Luso-American Education Foundation (LAEF).

"Muito tem sido feito mas ainda há uma grande margem de progresso", considerou o cônsul, que identificou a continuidade da língua portuguesa nas comunidades lusas da Califórnia como um dos seus maiores desafios.

"A ação local é essencial. Urjo a todos que espalhem a palavra e ajam ao nível local", continuou, referindo iniciativas que podem ser tomadas nas comunidades e nas associações de pais nas escolas. 

Em Los Angeles, o novo superintendente do distrito escolar é o emigrante português Alberto Carvalho, que tem uma visão da educação "alinhada" com estas ideias, frisou Pedro Pinto.

A aprendizagem da língua portuguesa está ligada à manutenção da identidade nas gerações mais jovens de luso-americanos, outro dos grandes desafios apontados pelos líderes comunitários. 

"O maior desafio é o que envolve as novas gerações da diáspora", afirmou o diretor regional das Comunidades no governo dos Açores, José Andrade, que foi o principal orador da sessão de abertura. "Os filhos e netos dos nossos emigrantes são o futuro da nossa identidade na Califórnia e na América em geral", continuou. 

Mas estes jovens "já nascem e crescem na sociedade americana, já não falam e pouco compreendem a língua portuguesa, já não vivem as referências identitárias", apontou. 

O governante salientou a necessidade de chegar a estas novas gerações "na sua língua e na sua linguagem" e "explicar-lhes a vantagem da dupla nacionalidade e do domínio da língua portuguesa". 

Algum desse esforço tem dado resultados, como indicou o cônsul-geral Pedro Pinto, que assumiu o cargo há um ano e tem viajado por toda a Califórnia a visitar comunidades. 

"Tenho visto muitos jovens a liderarem associações", indicou o cônsul, sublinhando que "há aqui uma dinâmica positiva". O responsável disse que uma ideia a considerar é a fusão entre associações lusas como estratégia de revitalização. 

A conferência da LAEF, que decorrerá até 04 de outubro, acontece poucos dias depois de terminada a visita do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, às comunidades luso-americanas da Califórnia. 

A comitiva presidencial foi considerada "histórica" pelo anfitrião da conferência, o professor Diniz Borges, tendo passado por comunidades que nunca tinham recebido a visita de um chefe do Estado português.

As várias sessões da conferência incluem discussões sobre o ensino de português nas escolas públicas e privadas da Califórnia, o papel dos salões portugueses no século XXI e o contributo do fado na promoção da cultura e língua portuguesa.

Leia Também: Dois alunos de escola de Queluz detidos por posse de armas brancas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório