Meteorologia

  • 07 OUTUBRO 2022
Tempo
19º
MIN 15º MÁX 30º

Paróquia insurge-se contra "forma espalhafatosa" como Malhoa usou Igreja

Paróquia de Cortegaça afirma que videoclipe de José Malhoa foi gravado sem conhecimento nem autorização e que "irá agir em conformidade".

Paróquia insurge-se contra "forma espalhafatosa" como Malhoa usou Igreja
Notícias ao Minuto

16:52 - 11/08/22 por Notícias ao Minuto

País José Malhoa

A Paróquia de Cortegaça, no município de Ovar, publicou um comunicado nas redes sociais onde manifesta "a sua indignação pela forma 'espalhafatosa' como o artista José Malhoa e a sua equipa de produção usaram a Igreja Matriz de Cortegaça" para a gravação do videoclipe da música 'Ela queria 3'.

Na mesma nota, a Paróquia considera mesmo os factos relatados como "uma profanação do espaço interior da nossa Igreja", uma vez que foi usado "um lugar Sagrado, para um uso satírico e imoral, ao serviço de um objetivo e propósito de âmbito pessoal, desrespeitando toda uma comunidade que tem na Igreja de Cortegaça a sua referência e identidade".

E mais: "A Paróquia de Cortegaça e o seu Pároco, responsável máximo da Igreja de Cortegaça, em momento algum receberam qualquer pedido de autorização para as filmagens deste videoclipe do Artista José Malhoa", é destacado, acrescentando que "tudo isto foi feito à sua revelia, sem qualquer autorização da Paróquia de Cortegaça!"

Face às circunstâncias, a Paróquia revela que  irá "analisar devidamente toda esta inconveniente situação", inteirando-se "do respetivo enquadramento legal". "A Paróquia de Cortegaça irá agir em conformidade!", termina. 

Veja ou reveja, abaixo, o videoclipe que lançou a polémica: 

Leia Também: José Malhoa emociona-se ao lembrar irmão que morreu de cancro

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório