Meteorologia

  • 08 AGOSTO 2022
Tempo
26º
MIN 16º MÁX 28º

"Continua a não se ver a luz ao fundo do túnel... e muito menos o túnel"

José Milhazes esteve, esta manhã, na SIC Notícias, onde comentou a saída do primeiro navio com cereais da Ucrânia desde o início da guerra. Quanto a outros acordos, ainda é prematuro.

"Continua a não se ver a luz ao fundo do túnel... e muito menos o túnel"
Notícias ao Minuto

08:35 - 04/08/22 por Notícias ao Minuto

País Guerra na Ucrânia

José Milhazes esteve, esta manhã, na SIC Notícias, onde comentou a saída do primeiro navio com cereais do porto de Odessa, na Ucrânia, com destino ao Líbano. Questionado sobre se este seria o primeiro de muitos, o historiador deixou a dúvida: "Gostaria de acreditar que sim, a não ser que haja alguma provocação que venha dificultar ou mesmo travar este processo"

"Este processo está bem organizado, bem controlado, e se as partes respeitarem os documentos que assinaram, este problema pode, efetivamente, ficar resolvido", acrescentou. 

Já sobre se este acordo pode ser um prenúncio para a existência e assinatura de outros, José Milhazes assinalou que "não". "Não, porque estamos a tratar de outras matérias. Se tens em vista um tratado de paz ou um cessar-fogo, neste momento, continua a não se ver a luz ao fundo do túnel... e muito menos o túnel"

Isto porque "continua a haver uma divergência tão grande entre as partes, que estamos como se fosse no início". "Ninguém mudou de posição"

De recordar que o navio, que, de acordo com informações das Nações Unidas, transporta 26.527 toneladas de milho, partiu na segunda-feira do porto de Odessa, na costa ucraniana do Mar Negro. O Razoni já foi inspecionado em Istambul e vai seguir caminho para o Líbano.

A Ucrânia e a Rússia assinaram, em 22 de julho, acordos com a Turquia e a ONU para desbloquear a exportação de toneladas de cereais bloqueados nos portos do mar Negro. O acordo implica que passe a ser feita uma inspeção dos navios que transportam os cereais para garantir que não levam armas para a Ucrânia.

Leia Também: Zelensky. Primeira exportação de cereais ucranianos "ainda não é nada"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório