Meteorologia

  • 24 SETEMBRO 2022
Tempo
24º
MIN 17º MÁX 24º

Mais de mil hectares de pinheiro bravo queimados em Vila Pouca de Aguiar

O presidente da Câmara de Vila Pouca de Aguiar, Alberto Machado, estimou hoje que tenham ardido "mais de mil hectares de pinheiro bravo" no incêndio que começou em Murça, no distrito de Vila Real.

Mais de mil hectares de pinheiro bravo queimados em Vila Pouca de Aguiar

O autarca afirmou à Lusa que os prejuízos ainda não estão quantificados e a avaliação dos mesmos será a fase que se segue, depois de apagado neste concelho o fogo que começou, no domingo, em Murça e passou também para o município de Valpaços.

"Ainda não temos a quantificação dos prejuízos, mas são muito avultados porque esta área que ardeu tinha plantações de pinheiro bravo muito significativas", afirmou, concretizando que estima que tenham sido afetados "mais de mil hectares".

Neste concelho, disse o autarca, foram ainda registados "pequenos acidentes entre os bombeiros, um veículo da GNR que ardeu, e danos em infraestruturas de apoio à agricultura".

Alberto Machado disse à Lusa que "desde ontem (terça-feira)" que não há frentes ativas de fogo no concelho de Vila Pouca de Aguiar e que no dia de hoje os operacionais continuam no terreno "a fazer o rescaldo e vigilância".

O mesmo ponto da situação foi feito pela Proteção Civil, pelas 13:00, em relação ao concelho vizinho de Valpaços, onde o fogo de Murça chegou à zona de Carrazedo e Montenegro.

Na ocasião, a Proteção Civil deu conta de que se mantém ativa apenas a frente de Murça, onde os meios de combate conseguiram reduzir a mesma, durante a manhã.

Leia Também: AO MINUTO: Dois detidos por fogo; Área ardida é mais do dobro que em 2021

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório