Meteorologia

  • 17 AGOSTO 2022
Tempo
26º
MIN 17º MÁX 26º

Hospital de Portimão volta a encerrar bloco de partos, denuncia PSD

Poderá ainda vir a transferir crianças e jovens internadas para Faro.

Hospital de Portimão volta a encerrar bloco de partos, denuncia PSD

O bloco de partos da Urgência Obstétrica do Hospital de Portimão vai voltar a encerrar durante o fim de semana, denunciaram os deputados do PSD eleitos pelo círculo de Faro. 

Num comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso, os social-democratas revelam que tiveram conhecimento, esta sexta-feira de um novo encerramento do bloco de partos daquela unidade, pertencente ao Centro Hospitalar Universitário do Algarve, até às 9h00 do dia 4 de julho, segunda-feira. Em causa está a falta de pediatras.

Segundo a mesma nota, há ainda a possibilidade de vir a transferir crianças e jovens internadas em Portimão para Faro.

A falta de pediatras é um problema recorrente com consequências graves para a assistência à população. Mais grave é a possibilidade que se ventila de vir a transferir para Faro crianças e jovens internadas em Portimão devido à falta de clínicos. Como se não bastasse o encerramento do bloco de partos, esta nova circunstância ultrapassa os limites do aceitável nos dias que correm”, criticam os deputados Luís Gomes, Rui Cristina e Ofélia Ramos.

Desta forma, os social-democratas instam o Ministério da Saúde a esclarecer a situação.

O PSD vai mais longe e acusa mesmo a ministra da Saúde, Marta Temido, e o PS de “uma total falta de respeito com a população do Algarve”. 

É preciso descaramento para num dia pintar um SNS cor-de-rosa e no dia seguinte permitir o encerramento de unidades hospitalares deixando milhares de pessoas sem uma resposta adequada”, apontam, numa referência ao recente debate parlamentar sobre o Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Recorde-se que, nos últimos tempos, a falta de médicos tem obrigado ao encerramento total ou parcial das urgências de obstetrícia nos hospitais, nomeadamente em Portimão.

Leia Também: "Tudo o que falha no SNS é responsabilidade política da ministra"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório