Meteorologia

  • 08 AGOSTO 2022
Tempo
26º
MIN 16º MÁX 28º

Xanana Gusmão 'fura' agenda e encontra-se com Marcelo

O líder histórico timorense Xanana Gusmão e o Presidente da República português, Marcelo Rebelo de Sousa, abraçaram-se hoje efusivamente, trocando beijos no rosto, no início de um encontro entre ambos em Díli.

Xanana Gusmão 'fura' agenda e encontra-se com Marcelo

Xanana Gusmão deslocou-se ao hotel onde Marcelo Rebelo de Sousa está alojado e tinha acabado de chegar, em Díli, para um encontro fora da agenda prevista em que entregou ao chefe de Estado português um tais timorense, o pano tradicional oferecido a convidados especiais e reconhecido como património imaterial pela UNESCO.

"Um tais especial para um amigo especial", disse Xanana Gusmão, pedindo que o pano fosse pendurado "na sala principal" do Presidente português.

"De um amigo muito especial. Especialíssimo", respondeu Marcelo Rebelo de Sousa.

Depois, já sentados, Marcelo Rebelo de Sousa quis 'entrevistar' o líder timorenses, perguntando a Xanana Gusmão sobre os 20 anos desde a restauração da independência de Timor-Leste e qual era a sua memória mais forte.

"A memória mais forte foi termos conseguido ultrapassar as cicatrizes da guerra. Depois do 20 de maio o estigma da guerra vivia ainda no espírito e no comportamento dos timorense. Entramos num ciclo de crises que criou quase 150 mil deslocados internos aqui no jardim aqui ao lado", disse, referindo aos confrontos e tensão política de 2006.

"Uma crise que dividiu os timorenses, com violência, queimaram casas, a matar-se e até membros das forças armadas mataram membros da polícia", explicou Xanana Gusmão.

O líder histórico timorense disse que "depois de dois anos" foi possível resolver a crise levando o país "a adotar o mote de adeus conflito, bem-vindo desenvolvimento".

"E aí é que se conseguiu uma unidade de pensamento, sobretudo em termos de que é necessário paz para o desenvolvimento", afirmou.

Marcelo Rebelo de Sousa está em Timor-Leste para participar nas cerimónias de investidura do novo Presidente, José Ramos-Horta e nas comemorações dos 20 anos da restauração da independência.

Leia Também: "Vamos fazer ainda mais", promete Marcelo à chegada a Díli

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório