Meteorologia

  • 20 JANEIRO 2022
Tempo
MIN 5º MÁX 14º

Edição

Membros das mesas de voto vacinados com dose de reforço no dia 15

Nota do ministério da Administração Interna refere que, no próximo sábado, "a vacinação será dedicada a este universo, que será convocado por SMS, através de agendamento Central".

Membros das mesas de voto vacinados com dose de reforço no dia 15

"Os membros das Mesas de Voto e funcionários das Juntas de Freguesia serão vacinados no próximo dia 15 de janeiro [sábado] com uma dose de reforço à Covid-19." A informação consta de uma nota à comunicação social enviada esta quinta-feira pelo ministério da Administração Interna (MAI).

Nesse dia, é ainda explicado, "a vacinação será dedicada a este universo, que será convocado por SMS, através de agendamento central". "Haverá ainda senhas digitais para as pessoas elegíveis que não recebam a mensagem, mediante a apresentação de um documento comprovativo das funções em causa", acrescenta a tutela de Francisca Van Dunem.

Neste momento, "a Administração Eleitoral está a recolher informações junto das Câmaras Municipais e Juntas de freguesias relativas à identificação dos membros das mesas de voto e funcionários das Juntas que prestam apoio ao ato eleitoral, que pretendam receber o reforço da vacina contra a Covid-19".

De acordo com os dados presentes na mesma nota, "está previsto um total de 16.427 mesas de voto para estas eleições legislativas, das quais 2.606 no dia do voto antecipado em mobilidade, a 23 de janeiro de 2022".

De recordar que, hoje, o presidente da Câmara de Lisboa, Carlos Moedas, já tinha revelado que o Governo ia assegurar uma dose de reforço da vacina contra a Covid-19 às pessoas envolvidas nas eleições antecipadas.

"Aquilo que eu fiz como apelo ao Governo foi para que as pessoas que são funcionárias da câmara ou das juntas, e que vão estar envolvidas nas eleições legislativas, tivessem a capacidade de receber a 3.ª dose [da vacina contra a covid-19]. Entretanto, já me foi confirmado que esse apelo vai ser concretizado. Vai acontecer e fico muito contente", afirmou Carlos Moedas, em declarações aos jornalistas à saída da cerimónia de inauguração do BioLab, instalado no Mercado do Forno do Tijolo.

A Lei Eleitoral para a Assembleia da República estabelece que as assembleias de voto se reúnem a partir das 08h00 em todo o território nacional e que a admissão de eleitores se faz até às 19h00 e depois desta hora apenas podem votar os eleitores presentes.

[Notícia atualizada às 15h34]

Leia Também: Pessoas envolvidas no ato eleitoral vão ter dose de reforço, diz Moedas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório