Meteorologia

  • 22 JANEIRO 2022
Tempo
MIN 5º MÁX 14º

Edição

Dois doentes com Covid-19 transportados do Algarve para Lisboa

Utentes em ECMO estão agora no Hospital de Santa Maria.

Dois doentes com Covid-19 transportados do Algarve para Lisboa

O Serviço de Medicina Intensiva do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN) transportou este fim de semana dois doentes Covid-19 em ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorporal) do Algarve para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

Num comunicado enviado ao Notícias ao Minuto, o Serviço Nacional de Saúde (SNS) recorda que o CHULN tem capacidade  para internar mais de uma dezena de doentes em ECMO em simultâneo nas suas Unidades de Cuidados Intensivos e resgatou doentes de Norte a Sul do país desde o início da pandemia, no âmbito da resposta regional e nacional do seu Centro de Referência nesta área.

O CHULN é o hospital português que tratou mais doentes Covid-19 em ECMO desde março de 2020, segundo o último relatório de 29 de novembro da Organização de Suporte de Vida Extracorporal (EuroElso) que colige dados de hospitais de toda a Europa.

O Serviço de Medicina Intensiva do CHULN já internou 83 doentes Covid em ECMO, provenientes de regiões diversas do país, de Norte a Sul, constituindo-se dessa forma num importante polo de referência no apoio à atividade hospitalar do país.

Em toda a Península Ibérica, apenas um hospital, o Vall d’Hebron, em Barcelona, tratou mais doentes (97) com esta técnica de fim de linha. Em Itália, epicentro da primeira vaga de Covid na Europa, nenhum hospital internou mais doentes em ECMO do que o CHULN e em França apenas uma unidade tratou mais doentes com esta técnica do que o Hospital de Santa Maria.

Leia Também: AO MINUTO: Internamentos voltam a subir; Casa Aberta na FIL suspensa

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório