Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2021
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

Portugueses no Canadá querem bater recorde do Guinness com vira minhoto

Uma associação portuguesa no Canadá quer entrar no Livro Guinness de Recordes juntando cerca de mil pessoas a dançar o vira minhoto durante pelo menos cinco minutos, disse hoje á agência Lusa uma fonte da organização.

Portugueses no Canadá querem bater recorde do Guinness com vira minhoto
Notícias ao Minuto

08:36 - 26/11/21 por Lusa

País Canadá

"Queremos entrar no Livro Guinness de Recordes, que se encontra atualmente em Portugal com mais de 700 pessoas. O nosso objetivo é atingir as 850 pessoas, mas gostaríamos de ter a participação de mil pessoas", afirmou o presidente do Centro Cultural Português no Canadá (PCCM, sigla em inglês), Jorge Mouselo.

A associação, para tentar entrar no Livro Guinness de Recordes, pretende contar com o apoio de várias comunidades ao longo do Canadá.

"Vamos abrir as portar a todas as comunidades em geral, nas várias regiões do Canadá, para que possam fazer parte deste evento, durante dez minutos, terão de dançar o Vira", acrescentou.

Este é um sonho antigo de Andrew da Câmara, um dos ensaiadores do Rancho Folclórico do Centro Cultural Português de Mississauga, que desde 2019 tenta organizar o desafio.

"Provavelmente podemos bater dois recordes, quer através do tempo a dançar e também pelo número de pessoas", adiantou o lusodescendente.

O atual recorde pertence ao Rancho Rendilheiras do Monte (Vila do Conde), que conseguiu juntar 744 pessoas, a dançar a chula durante cinco minutos, em 2018.

O evento tem lugar a 05 de junho de 2022, frente às instalações do PCCM, durante as celebrações do Mês do Património e Cultura Portuguesa no Canadá.

A iniciativa denominada por 'Dançar para Aqueles que Não Podem' pretende angariar fundos e consciencializar para alguns problemas na sociedade, num tributo a portadores de deficiência física, mental e com problemas de saúde, que não podem dançar.

O Livro de Recordes do Guinness é publicado anualmente e contém uma coleção de recordes reconhecidos internacionalmente, quer em termos de desempenho humano como de extremos da natureza.

Leia Também: Alemanha poderá ser o 1.º país europeu a legalizar a canábis recreativa

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório