Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2021
Tempo
11º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

Hospitais de Aveiro, Águeda e Estarreja com restrição de visitas

O Centro Hospitalar do Baixo Vouga (CHBV) anunciou hoje que vai restringir, a partir de sexta-feira, as visitas nos hospitais de Aveiro, Águeda e Estarreja, devido ao aumento de doentes Covid-19.

Hospitais de Aveiro, Águeda e Estarreja com restrição de visitas
Notícias ao Minuto

17:45 - 25/11/21 por Lusa

País Covid-19

Numa informação aos órgãos de comunicação social, a administração hospitalar anuncia que apenas será permitida uma visita por doente, limitada a 30 minutos.

Ainda de acordo com a mesma informação, só as pessoas que possuírem certificado de vacinação ou recuperação, ou certificado de teste, poderão visitar os familiares.

"Considerando o atual contexto epidemiológico da Covid-19 e o aumento da incidência de doentes, o conselho de administração do Centro Hospitalar do Baixo Vouga deliberou restringir as visitas a doentes internados nos três hospitais que o integram (Hospital de Aveiro, Hospital de Águeda e Hospital de Estarreja)", anuncia um comunicado do Centro Hospitalar do Baixo Vouga.

De acordo com essa decisão, a partir de sexta-feira, dia 26, e até nova avaliação, "cada doente internado só pode ter apenas a visita da pessoa de referência (identificada no início do internamento), durante 30 minutos por dia, no horário estabelecido pelo serviço".

"Para efetuar essa visita, a pessoa de referência deve apresentar certificado de vacinação/recuperação ou certificado de testagem RNA", adverte.

Segundo a administração hospitalar "trata-se de uma medida de natureza excecional, uma vez que o CHBV considera que as visitas são extremamente importantes na convalescença e melhoria dos doentes".

Num apelo à compreensão e colaboração, o conselho de administração do CHBV justifica que, com a adoção dessa medida, "pretende garantir a segurança dos doentes internados, que estão, naturalmente, mais frágeis, dos profissionais e da comunidade em geral".

A covid-19 provocou pelo menos 5.173.915 mortes em todo o mundo, entre mais de 258,92 milhões infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18.385 pessoas e foram contabilizados 1.133.241 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

A doença é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

Leia Também: Aumento de casos suspende tratamentos de quimioterapia nos Países Baixos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório