Meteorologia

  • 07 DEZEMBRO 2021
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 17º

Edição

Madeira estima receber em dezembro 7.500 doses para vacinar crianças

A Madeira estima receber, em dezembro, 7.500 doses da vacina contra a covid-19 para começar a administrar às crianças com idades entre 5 e 11 anos, anunciou hoje o secretário regional da Saúde, Pedro Ramos.

Madeira estima receber em dezembro 7.500 doses para vacinar crianças
Notícias ao Minuto

19:17 - 24/11/21 por Lusa

País Covid-19

Apesar de ainda não ter sido divulgado o parecer da Agência Europeia do Medicamento sobre a vacinação para estas faixas etárias, inicialmente previsto para hoje, o governante reafirmou, em conferência de imprensa, que a região está preparada para vacinar as 14.715 crianças com idades entre os 5 e os 11 anos.

"Nesse sentido, e enquanto esperamos, a primeira remessa das vacinas, fruto da primeira reunião que tive esta manhã com o coronel Penha e ontem [terça-feira] com o secretário de Estado adjunto para a Saúde, a primeira remessa de vacinas para Portugal, para vacinar crianças dos 5 aos 11 anos, chegará a Portugal em 20 de dezembro e serão cerca de 300 mil doses", adiantou, acrescentando que 7.500 doses são para a Madeira.

"A chegada das vacinas está prevista para o dia 20 de dezembro. Se chegarem à Madeira dois dias depois, se a logística permitir que isso seja uma realidade, nós estamos em condições, com as 7.500 primeiras doses, de vacinar 50% dessa população", garantiu, indicando que será dada prioridade às crianças com comorbilidades.

Pedro Ramos explicou que as vacinas para as crianças serão da Pfizer, têm uma dosagem diferente das dos adultos e as duas doses vão ser administradas com um intervalo de 21 dias.

O secretário regional apelou também para que os pais levem as crianças - "um reservatório da doença" - a tomar a vacina, argumentando que "entidades internacionais e especialistas estão a recomendar" a vacinação deste grupo etário e "finalmente começam a chegar a consenso".

O responsável pela Saúde no arquipélago referiu ainda que, entre os 1.083 casos de covid-19 registados em novembro, "11% são crianças".

Na ocasião, Pedro Ramos recordou que o número de casos de covid-19 na Madeira tem vindo a aumentar, avançando que a região regista hoje mais de 100 novos casos de covid-19.

Segundo o secretário regional, estão neste momento ativas 108 cadeias de transmissão. Na área da saúde, registam-se 31 casos ativos, nas estruturas residenciais para idosos e similares 45 casos ativos e nas escolas da região 109, destacou.

Relativamente à resposta hospitalar, Pedro Ramos recordou que há 15 camas nos cuidados intensivos do Hospital Dr. Nélio Mendonça, que podem ascender às 50, garantindo que há meios para uma rápida reorganização dos serviços.

"Mas julgo que não vamos chegar a esse ponto porque a população vai ter um comportamento adequado como tem tido sempre", acrescentou.

Pedro Ramos voltou a dizer que "a pandemia ainda não acabou", apelando à população para o uso da máscara e para a realização de testes regularmente.

De acordo com os dados divulgados na terça-feira pela Direção Regional da Saúde, a Madeira registou mais duas mortes pelo quarto dia consecutivo, elevando o número de óbitos para 93, e reportou 62 novos casos, num total de 544 infeções ativas no arquipélago.

Nesse dia, estavam internadas 57 pessoas no Hospital Dr. Nélio Mendonça, quatro delas na unidade de cuidados intensivos.

Leia Também: AO MINUTO: Vêm aí medidas de reforço; 53% usa sempre máscara no interior

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório