Meteorologia

  • 29 NOVEMBRO 2022
Tempo
16º
MIN 8º MÁX 17º

Francisco Camacho estreia peça sobre peso do consumo na sociedade

Uma peça coreográfica coletiva com artistas turcos, centrada no peso do consumo na sociedade contemporânea, na qual se questionam necessidades reais e subjetivas, criada por Francisco Camacho, vai estrear-se em Lisboa, em 16 de novembro.

Francisco Camacho estreia peça sobre peso do consumo na sociedade
Notícias ao Minuto

15:46 - 11/11/21 por Lusa

País Arte

Intitulado "The Things We Carry" ("As Coisas que Transportamos", em tradução livre), o espetáculo teve estreia mundial em Istambul, na Turquia, e, para a estreia em Portugal, irá colocar no palco do auditório da Biblioteca de Marvila duas comunidades de dança contemporânea de culturas distintas.

"As coisas que carregamos são as que realmente precisamos? São elas que nos permitem sobreviver? Ou serão aquelas que nos permitem perpetuar um modelo de vida já conhecido sem questioná-lo? Repetimos gestos inconsequentes sem nos apercebermos da sua arbitrariedade ou repetimo-los porque sem eles permitiríamos que o vazio se infiltrasse?", são as questões que Francisco Camacho levanta, e que apelam à reflexão do público.

A performance desdobra-se num contínuo de ações que evocam viagens, nomadismo, a criação de condições de sobrevivência e a manutenção de um modelo de vida familiar.

"The Things We Carry" reúne duas comunidades de dança contemporânea que definem, a sul, os extremos ocidental e oriental da Europa continental, combinando realidades socioculturais contrastantes de duas cidades portuárias - Lisboa e Istambul -, "com uma marcada intersecção de tradições e nacionalidades diversas que são refletidas no trabalho artístico", destaca a produção.

A coreografia foi criada após um período de residência de Francisco Camacho com os artistas da companhia Çiplak Ayaklar, e fez estreia absoluta em Istambul.

A direção artística é de Francisco Camacho, com cocriação e performance de Leyla Postalcioglu, Mihran Tomasyan, e Berke Can Özcan, desenho de luz de Cem Ylmazer e figurinos de Selen Hayal.

Numa produção da Eira e da Companhia Çiplak Ayaklar, a peça tem apresentações às 21:00 de 16 e 17 de novembro, no auditório da Biblioteca de Marvila, em Lisboa.

Leia Também: Painéis de azulejos de Jorge Colaço em exposição no Alentejo

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório