Meteorologia

  • 02 DEZEMBRO 2021
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 15º

Edição

Sequestraram e agrediram vítima. Depois, deixaram-na à porta do hospital

Quatro homens foram detidos pela Polícia Judiciária por serem suspeitos de rapto.

Sequestraram e agrediram vítima. Depois, deixaram-na à porta do hospital

Quatro homens foram detidos, fora de flagrante delito, pela Polícia Judiciária (PJ), através da Unidade Nacional Contraterrorismo (UNCT), pela indiciada prática de crimes de rapto e de ofensas à integridade física qualificadas. A operação ocorreu no âmbito de um inquérito titulado pelo DIAP de Oeiras e no cumprimento de vários mandados de busca domiciliária e de quatro mandados de detenção. 

Em comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso, a PJ explica que os factos em investigação "remontam ao passado mês de maio e tiveram início em localidade do concelho de Oeiras", tendo a vítima sido transportada para a "zona da cidade do Entroncamento, onde seria mantida sequestrada durante várias horas e sujeita a violentas agressões por parte dos suspeitos".

Na sequência das agressões, a vítima seria "libertada pelos raptores durante a madrugada e deixada à porta de unidade hospitalar de Lisboa".

Os arguidos agora detidos - todos possuidores de antecedentes criminais - vão ser presentes a tribunal para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas. 

Leia Também: Orador de culto religioso detido por pornografia de menores em Valongo

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório