Meteorologia

  • 03 DEZEMBRO 2021
Tempo
10º
MIN 8º MÁX 16º

Edição

Cidadã agradece à PSP em caso de cão "paralisado e acorrentado" em Caxias

Rita afirmou ser "com enorme satisfação" que redigiu "sinceras palavras de gratidão e louvor".

Cidadã agradece à PSP em caso de cão "paralisado e acorrentado" em Caxias

Rita, uma residente em Oeiras, escreveu uma mensagem à Polícia de Segurança Pública (PSP) para agradecer a ajuda dos agentes no caso de um cão que se encontrava "paralisado e acorrentado" em Caxias. O caso ocorreu em abril deste ano, mas foi ontem partilhado nas redes sociais do Comando Metropolitano de Lisboa. 

"Sou a Rita, cidadã portuguesa e munícipe de Oeiras, e é nessa qualidade, em meu nome e no dos meus vizinhos, que reporto que, no dia 1 abril de 2021, solicitamos a presença da PSP, no âmbito de um pedido de ajuda a um cão paralisado e acorrentado que reside num estaleiro semi abandonado em Caxias (junto à Escola de São Bruno), e que está a ser vítima de alegados maus-tratos", começa por explicar a mulher.

A situação "complexa, por ocorrer em propriedade privada", foi "diligenciada com rapidez tomando os vossos serviços as medidas necessárias para reencaminhar o pedido ao veterinário municipal de Oeiras", apontou em seguida.

"Por tudo", Rita elogiou o "núcleo de ajuda e salvamento", agradecendo também a "eficácia das diligências feitas, a amabilidade, simpatia, profissionalismo e metodologia demonstrados pelos vossos agentes em serviço". 

A munícipe acrescentou também ser "com enorme satisfação" que redigiu estas "sinceras palavras de gratidão e louvor", estando certa, tanto Rita como os vizinhos, de que contarão " sempre com a mesma disponibilidade e espírito de Bem Servir."

Leia Também: "Não se entregou ao facilitismo". Obrigado a GNR por "ter ouvido e agido"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório