Meteorologia

  • 27 OUTUBRO 2021
Tempo
21º
MIN 14º MÁX 25º

Edição

Lojistas da Mouraria assustados com violência da "máfia bengali"

PJ deteve três dos suspeitos esta semana, mas o grupo violento contará com mais membros.

Lojistas da Mouraria assustados com violência da "máfia bengali"

O trio de cidadãos estrangeiros detidos em Lisboa, esta semana, pela Polícia Judiciária (PJ), por crimes violentos contra diversas vítimas também de nacionalidade estrangeira, serão bengalis, ou seja, um grupo étnico de Bengala, território dividido entre a Índia e o Bangladesh.

De acordo com a TVI24, a maioria dos crimes ocorreu no Martim Moniz, onde os três homens, com 31, 32 e 36 anos, terão perseguido, ameaçado e agredido diversos proprietários de lojas no bairro da Mouraria.

As vítimas falam numa “máfia bengali”, que tem o controlo e poder sobre centenas de lojas e imigrantes em Lisboa. Algumas destas pessoas tiveram mesmo de sair da capital para fugir do grupo que tem espalhado o terror na Mouraria, desde 2019.

O líder do gang, ainda segundo o canal de Queluz, é Oliur Chowdhury. O bengali coagia os lojistas para obter contratos de trabalho que, posteriormente, vendia a cidadãos do Bangladesh que desejem imigrar para Portugal e necessitem de um vínculo laboral para ter direito à residência. Pelos documentos, Oliur pedia entre 2.500 a 3 mil euros.

Os proprietários das lojas que não colaborassem no esquema, sofriam consequências. Entre ameaças e agressões físicas houve até tentativas de homicídio.

A TVI24 garante que, além dos suspeitos já detidos, que se encontram em prisão preventiva, o grupo tem mais membros. Dois deles são mesmo filhos de Oliur.

Na sequência da investigação, a PJ fez três buscas domiciliárias onde aprendeu uma arma de fogo, várias catanas, facas e tacos de basebol.

No comunicado enviado ontem pelos inspetores ao Notícias ao Minuto, estes indicavam que os crimes de homicídio, ofensas à integridade física, roubo e coação foram cometidos entre setembro de 2017 e janeiro de 2020 em Lisboa e Faro.

Leia Também: Trio suspeito de homicídio e outros crimes contra cidadãos estrangeiros

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório