Meteorologia

  • 06 DEZEMBRO 2021
Tempo
13º
MIN 9º MÁX 18º

Edição

Site (em português) emite falsos certificados e testes à Covid-19

Documentos são assinados por João Manuel Braz Gonçalves, professor da Universidade de Lisboa, que, à SIC Notícias, negou qualquer ligação a este esquema.

Site (em português) emite falsos certificados e testes à Covid-19

A fotografia que encabeça a página é retirada de um banco de imagens e mostra um homem conhecido (por alguns) pelo facto de a sua cara ser 'usada' em 'memes' humorísticos. Contudo, o assunto é sério. Há um site, totalmente em português, que está a vender certificados e testes à Covid-19 falsificados: trata-se do Laboratório Santa Liberdade.

De acordo com a SIC Notícias, que revela as informações, é possível escolher na página de Internet se se pretende um teste PCR ou um certificado digital. "Não quer tomar a vacina contra a Covid-19 ou perder tempo para fazer um teste obrigatório para entrar num evento? Nós temos a solução científica", advoga. 

Os documentos falsos são emitidos em segundos. No caso dos PCR, é apresentada uma lista em que é possível escolher qual o laboratório em que este foi 'feito'. Para a emissão, basta, depois, colocar a data, a hora e o nome em que este deverá estar. 

Quanto aos certificados digitais fraudulentos, o site dá a possibilidade de selecionar qual a vacina 'administrada'. Posteriormente, é só colocar a data de vacinação, o nome, e a data de emissão. Mais uma vez, em segundos, surge o documento. Contudo, os códigos QR não funcionam e, para obter um certificado em que este seja legível pelo leitor, é necessário pedi-lo por email, indicando "o ano de nascimento pretendido".

Ambos os documentos, adianta ainda a SIC Notícias, são assinados por João Manuel Braz Gonçalves, professor da Universidade de Lisboa, que diz não estar ligado a este esquema: "Fiquei muito surpreendido e bastante triste ao mesmo tempo. Têm os meus dados todos de currículo e é a minha [assinatura], sim", vinca ao canal. 

Mas a fraude não se fica por aqui. A mesma página tem também 'oportunidades' para pessoas que se vacinaram contra a Covid-19. "Tomou a vacina e tem um certificado digital de vacinação válido? Nós pagamos por cada certificado", pode ler-se, indicando-se que cada um destes documentos pode 'valer' até 100 euros ao portador. 

Leia Também: AO MINUTO: "Primeira batalha está ganha". Bolsonaro na ONU sem vacina?

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório