Meteorologia

  • 18 SETEMBRO 2021
Tempo
23º
MIN 17º MÁX 24º

Edição

"É preciso coragem para se ser bombeiro". Marcelo honra Neuza e Carlos

O Presidente da República marcou presença, este sábado, nas cerimónias fúnebres dedicadas aos dois bombeiros que perderam a vida na passada quinta-feira, a caminho de um incêndio rural.

"É preciso coragem para se ser bombeiro". Marcelo honra Neuza e Carlos

Marcelo Rebelo de Sousa marcou presença, esta tarde de sábado, em Vinhais, no distrito de Bragança, para prestar homenagem aos dois bombeiros que perderam a vida na quinta-feira, quando se dirigiam para um incêndio. O chefe de Estado quis "exprimir a solidariedade comovida de todos os portugueses" perante a partida precoce de Neuza Guedes, de 36 anos, e Carlos Morais, de 22 anos.

Num breve discurso, o Presidente da República homenageou Neuza e Carlos, ao mesmo tempo que fez um elogio a todos os bombeiros.

"É preciso ser-se corajoso para se ser bombeiro", começou por dizer. "Todos temos de ter coragem no nosso dia-a-dia, mas há quem - elas e eles - tenham que ter mais coragem todos os dias, expondo a sua vida para salvar a vida dos outros", acrescentou.

"Ser-se bombeiro implica paixão. A paixão de servir os outros, de servir sempre, 24 horas por dia se necessário, dia e noite, mais no verão mas também no inverno, todas as estações do ano, toda a vida", disse.

Marcelo Rebelo de Sousa deixou, ainda, uma palavra às famílias dos dois bombeiros. "Nós, portugueses, somos uma família, mas dentro dessa família há muitas famílias. Quero acompanhar a dor de duas famílias que viram partir quem não devia partir tão cedo", indicou. "Nasce-se bombeiro, vive-se bombeiro e morre-se bombeiro, em família".

Sublinhe-se que o dois bombeiros morreram na tarde de quinta-feira, no despiste de uma viatura da corporação de Vinhais que seguia para o combate de um incêndio rural em curso na zona de Travanca. De acordo com o comandando do Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS), o veículo de combate a incêndios "despistou-se na estrada e acabou por cair num declive e capotou".

A Câmara de Vinhais decretou, na quinta-feira, três dias de luto municipal pela morte de dois bombeiros do concelho.

Leia Também: Bombeiros morreram em acidente em Vinhais. As homenagens a Neuza e Carlos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório