Meteorologia

  • 26 JANEIRO 2022
Tempo
14º
MIN 7º MÁX 15º

Edição

Movimento cívico #MovRioDouro quer "mudanças efetivas" na bacia do rio

O movimento de cidadania #MovRioDouro reivindicou hoje "mudanças efetivas" na bacia do rio Douro, apontando a poluição e a qualidade da água como umas das "ameaças e problemas" a resolver.

Movimento cívico #MovRioDouro quer "mudanças efetivas" na bacia do rio
Notícias ao Minuto

17:40 - 26/06/21 por Lusa

País Douro

O #MovRioDouro alertou para estas questões numa caminhada pelas margens do rio Tinto até ao estuário do rio Douro (Ribeira de Abade), naquele que foi o seu primeiro evento público.

Em comunicado, o #MovRioDouro revelou que, a 18 de junho, o Movimento em Defesa do Rio Tinto, um dos seus membros, pediu esclarecimentos à Agência Portuguesa do Ambiente (APA), vereadores do Ambiente das câmaras de Gondomar e do Porto, Águas do Porto e de Gondomar e Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da GNR sobre "mais uma situação alarmante no estuário", nomeadamente "águas altamente eutrofizadas" junto ao novo intercetor do rio Tinto, no rio Douro, junto à ponte do Freixo.

"Estas entidades não se podem remeter ao silêncio porque arriscam-se a ser cúmplices de uma agressão no estuário do Douro", explicou Paulo Silva, representante do Movimento em Defesa do Rio Tinto no #MovRioDouro, citado na nota de imprensa.

Este é "apenas mais um exemplo de uma das ameaças constantes" à bacia hidrográfica do Douro, a maior da Península Ibérica, sublinhou.

Também Adriano Bordalo e Sá, investigador do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto (ICBAS) e membro do movimento, aponta outros problemas no Douro, nomeadamente a qualidade da água.

"A bacia do Douro tem vindo nos últimos 70 anos a sofrer profundas intervenções humanas. Se até aos anos 80 a mais notória foram as grandes barragens, hoje o regadio fomentado pelos fundos comunitários, desde a vinha à beterraba, da oliveira ao girassol, retira água preciosa e devolve uma miríade de agroquímicos", explicou.

Mas se a quantidade de água tem vindo a ser reduzida, "a qualidade deixa muito a desejar", acrescentou.

O recém-criado #MovRioDouro é um movimento de cidadania em defesa dos rios da bacia hidrográfica do Douro que congrega pessoas, membros da comunidade científica, grupos e associações para a defesa dos rios.

O movimento rege-se pelos princípios: ambiente e desenvolvimento sustentável, pessoas, cultura e território, visão integrada, independência e reflexão crítica, cooperação e participação, transparência.

Leia Também: Projeto 'Inspira' com 40 artistas e 70 espetáculos para promover o Douro

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório