Meteorologia

  • 05 AGOSTO 2021
Tempo
20º
MIN 17º MÁX 29º

Edição

Ordem dos Psicólogos partilha relatos e técnicas das crianças na pandemia

Conheça a perspetivas dos mais novos sobre a presente crise sanitária. Ordem profissional recorda que a saúde mental e bem-estar das crianças "está nas nossas mãos".

Ordem dos Psicólogos partilha relatos e técnicas das crianças na pandemia

Para assinalar o Dia da Criança, a Ordem dos Psicólogos Portugueses foi perguntar a várias crianças como se sentiram durante a pandemia.

Num vídeo divulgado pela ordem profissional esta terça-feira, os mais novos revelaram como viveram e como lidaram a nível psicológico com a crise sanitária. 

Entre os vários testemunhos, todos de crianças a frequentarem o quarto ano de escolaridade, Mia explicou que, para si, o mais difícil foram as "saudades de algumas coisas que fazia e da família". 

Já Leonor garantiu que se sentiu "triste" porque não esteve "com as pessoas de quem realmente" gosta.

"Às vezes estava confusa com os pensamentos todos a rodearem a minha cabeça, porque ao mesmo tempo nuns momentos estava feliz e noutros triste", admitiu Margarida. 

Sobre como promoveram a sua saúde mental - conceito que definem na maioria como o cuidar dos sentimentos e da mente -, os mais novos demonstraram que já têm uma forte consciência sobre a importância, a matéria e revelaram até técnicas e estratégias que usam para combater a ansiedade, isolamento ou tristeza. 

Rafael afirmou que se devem "fazer coisas que nos animem, como jogar jogos de tabuleiro, ver filmes e ir à praia".

Mariana apontou que "há várias técnicas para nos acalmarmos", como por exemplo, "a da bola antisstress ou da tela, para quando estamos com raiva pintarmos e expressarmo-nos". 

A acompanhar o vídeo, a Ordem dos Psicólogos Portugueses voltou a alertar para o facto de que a pandemia "alterou as rotinas das crianças e confrontou-as com a incerteza, o medo e a ansiedade".

"Está nas nossas mãos ajudar e contribuir para que as crianças continuem a desenvolver-se com saúde psicológica e bem-estar", apelou ainda a ordem profissional. 

Leia Também: Acapo traz para Portugal conjuntos Lego para ajudar a aprender braille

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório