Meteorologia

  • 17 OUTUBRO 2021
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 23º

Edição

Entregou-se à GNR suspeito de deixar morrer cães em condições deploráveis

Na quinta-feira foram encontrados sete cães mortos numa residência em Bucelas, Loures. O proprietário é um homem já identificado pelas autoridades e que fazia criação de raças, de acordo com o grupo IRA - Intervenção e Resgate Animal.

Entregou-se à GNR suspeito de deixar morrer cães em condições deploráveis

O proprietário da moradia em Bucelas, no município de Loures, onde foram encontrados os cadáveres de sete cães, que foram vetados ao abandono e à morte, entregou-se na sexta-feira às autoridades, de acordo com o confirmado pelo Comando Geral da GNR ao Notícias ao Minuto.

A GNR acrescentou que o homem entregou-se no posto territorial da GNR de Bucelas e foi constituído arguido por crimes contra a animais de companhia.

A descoberta dos animais foi feita por elementos do grupo IRA - Intervenção e Resgate Animal na passada quinta-feira à tarde, depois dos vizinhos ter alertado para o cheiro proveniente da moradia.

No local estiveram militares da GNR e elementos do canil municipal de Loures, que procederam à recolha dos animais. Foram encontrados oito cães, sendo que apenas um estava ainda com vida.

Segundo o IRA, o proprietário fazia criação de raças (Bull Terriers, Bulldogs franceses, Pastores Belgas) e abandonou a casa, "deixando os  os animais à sua (nenhuma) sorte". "Assim que abríamos as portas dos quartos, mais cadáveres. Cães mortos dentro de arcas congeladoras na garagem, dentro dos armários dos quartos, dentro de canis no quintal. Cães que foram morrendo lentamente. Dia após dia, à fome e à sede", descreveu o grupo, numa publicação feita nas redes sociais.

Leia Também: Identificado proprietário da casa onde foram encontrados cães mortos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório