Meteorologia

  • 17 MAIO 2021
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 25º

Edição

Número de infeções é maior entre os 30 e os 35 anos e menor nos 85

O valor do R(t) apresenta valores inferiores a 1 a nível nacional (0,98) e nas várias regiões de saúde do continente, com exceção da região do Norte (1,07).

Número de infeções é maior entre os 30 e os 35 anos e menor nos 85

O boletim epidemiológico de monitorização das linhas vermelhas para a Covid-19, da Direção-Geral de Saúde (DGS) e do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), desta sexta-feira, revela não só que o R(t) apresenta valores inferiores a 1 a nível nacional, como também que a incidência mais elevada observou-se no grupo etário entre os 30 e os 35 anos e a mais baixa no grupo dos 85 anos.

De acordo com o relatório, o número de novos casos de infeção por SARS-CoV-2 por 100.000 habitantes, acumulado nos últimos 14 dias, foi de 74 novos casos, "com tendência estável a nível nacional".

"A incidência mais elevada observou-se no grupo etário 30 a 35 (122 casos por 100.000 habitantes), enquanto a incidência mais baixa se observou no grupo etário com 85 anos (36 casos por 100.000 habitantes), o que reflete um risco de infeção muito inferior ao risco da população em geral", clarifica a mesma nota.

Quanto ao R(t), este apresenta valores inferiores a 1 a nível nacional (0,98) e nas várias regiões de saúde do continente, com exceção da região do Norte (1,07).

"Considerando o valor de R(t) médio dos últimos 5 dias, que indica uma tendência decrescente, poderá atingir-se a incidência de 60 casos por 100.000 habitantes no prazo de um a dois meses", realça o documento.

O número diário de casos de Covid-19 internados em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) no território continental "revela atualmente uma tendência ligeiramente decrescente a estável, encontrando-se abaixo do valor crítico definido (245 camas ocupadas)".

Já a proporção de testes positivos, a nível nacional, para o SARS-CoV-2 foi de 1,3%, valor que se mantém abaixo do objetivo definido de 4%. Observou-se um aumento do número de testes para deteção do vírus realizados nos últimos 7 dias e a proporção de casos confirmados notificados com atraso "mantém a tendência decrescente".

O relatório revela ainda que, nos últimos 7 dias, todos os casos de infeção pelo novo coronavírus foram isolados em menos de 24 horas após a notificação, e foram rastreados e isolados 89,3% dos seus contactos.

A variante do Reino Unido continua a ser a mais dominante em Portugal, mas foram identificadas 54 casos da estirpe de África do Sul e confirmados 29 casos da do Brasil, nas amostras recolhidas em março.

Os dados de sequenciação relativos a abril só serão disponibilizados posteriormente.

O relatório termina concluindo que Portugal está, neste momento, perante uma "situação epidemiológica com transmissão comunitária de moderada intensidade e reduzida pressão nos serviços de saúde".

Leia Também: AO MINUTO: 50 mil já agendaram vacinação; UE terá 410 milhões de vacinas

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2021 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório