Meteorologia

  • 23 JUNHO 2021
Tempo
22º
MIN 15º MÁX 27º

Edição

Superior tem 66 mil testes. Rastreio já começou por trabalhadores

As instituições científicas e de ensino superior receberam 66 mil 'kits' de testes rápidos de antigénio, tendo já iniciado o rastreio à covid-19 junto dos trabalhadores e prevendo-se começar, na próxima semana, a testagem aos estudantes.

Superior tem 66 mil testes. Rastreio já começou por trabalhadores
Notícias ao Minuto

11:19 - 13/04/21 por Lusa

País Ensino

"O "Programa de testagem CVP - Ensino Superior" obteve uma adesão significativa por parte das instituições de ensino superior que iniciam já esta semana o rastreio à covid-19 junto dos docentes e não docentes, avançando depois a testagem aos estudantes no dia 19 deste mês", refere o gabinete do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES).

Até à passada quinta-feira, dia 08 de abril, as instituições, tanto públicas como privadas, receberam gratuitamente 66 mil 'kits' de testes rápidos de antigénio oferecidos pela Cruz Vermelha Portuguesa (CVP).

O programa prevê que as instituições podem continuar a receber 'kits' semanalmente, bastando para isso que o solicitem.

A estratégia de rastreio pensada para o reinício das atividades presenciais nas instituições científicas e de ensino, que começam na próxima segunda-feira, dia 19 de abril, prevê também a possibilidade de as instituições garantirem internamente a realização de testes.

Segundo o ministério, até ao momento, quase metade das instituições públicas (17 das 36) e um terço das privadas (25 num universo de 73) já informaram que têm recursos humanos e materiais próprios para a realização dos testes.

"As restantes instituições científicas e de ensino superior vão ter apoio da CVP para a realização (na totalidade ou em parte) do rastreio à SARS-CoV-2 em estudantes, docentes, investigadores e colaboradores que desenvolvam a sua atividade presencialmente", garante a tutela.

O programa de testagem contempla também a formação de recursos humanos das instituições para garantir a criação de condições adequadas à realização massiva dos testes.

Segundo o ministério, na última semana inscreveram-se 210 formandos nessa formação 'online' prestada pela Cruz Vermelha.

Para conhecer os locais onde se pode realizar o teste de despistagem, a Direção-Geral de Ensino Superior disponibiliza tem no seu site o mapa onde é possível conhecer os pontos de testagem em cada instituição.

Leia Também: Infarmed. Abertura de escolas fez aumentar casos dos "0 aos 9 anos"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório