Meteorologia

  • 28 FEVEREIRO 2021
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 20º

Edição

Ajuda alemã continua a ser "importante" apesar da evolução da pandemia

O secretário de Estado da Saúde recebeu hoje a segunda equipa de profissionais de saúde militares alemães, sublinhando que a ajuda continua a ser importante apesar da evolução positiva da situação epidemiológica em Portugal.

Ajuda alemã continua a ser "importante" apesar da evolução da pandemia
Notícias ao Minuto

14:53 - 23/02/21 por Lusa

País Covid-19

"É com um enorme agradecimento que recebemos esta segunda equipa, que vem substituir a primeira. O contributo que deram numa altura extraordinariamente difícil foi muito importante para o Serviço Nacional de Saúde (SNS) e estou certo que esta segunda equipa também dará um excelente contributo", disse Diogo Serras Lopes.

O avião que transportou a nova equipa médica alemã aterrou em Lisboa cerca das 11h50, no aeroporto militar de Figo Maduro, e a equipa foi recebida pela secretária de Estado de Recursos Humanos e Antigos Combatentes, Catarina Sarmento e Castro e pelo secretário de Estado da Saúde.

Em declarações aos jornalistas, Diogo Serras Lopes explicou que apesar da redução do número de novos casos de infeção por SARS-CoV-2 nos últimos dias, a pressão sobre os hospitais mantém-se elevada.

Também Catarina Sarmento e Castro deixou uma mensagem de agradecimento às equipas alemãs, sublinhando o gesto de solidariedade.

"Esta é uma crise que a todos nos toca e Portugal, que tem ele mesmo grande tradição de solidariedade para com outros países, reconhece penhoradamente o esforço e o gesto destes militares alemães", afirmou Catarina Sarmento e Castro.

A equipa que chegou hoje a Portugal vai substituir a que está há cerca de três semanas a apoiar o Hospital da Luz no combate à pandemia da covid-19 e que regressa à Alemanha na quinta-feira.

Esta segunda equipa vai estar em Portugal também durante três semanas, sendo depois substituída por uma terceira, confirmou o embaixador da Alemanha em Lisboa.

Segundo Martin Ney, que acompanhou os governantes portugueses, a ajuda alemã vai manter-se durante mais seis semana, naquilo que considerou ser um sinal de solidariedade.

Independentemente da evolução da situação epidemiológica em Portugal, continuou o embaixador, "a equipa médica alemã vai continuar a trabalhar lado a lado com os médicos portugueses para salvar vidas, como tem sido conseguido com sucesso nas últimas três semanas".

Quando questionado sobre os custos da operação, Martin Ney disse apenas: "Os custos deste esforço são elevados, mas quando respeita à solidariedade europeia não são importantes".

Depois de aterrar, o médico do exército alemão que vai chefiar a segunda e terceira equipas, sublinhou a disponibilidade dos militares para apoiar Portugal no combate à pandemia da covid-19.

"Se temos a possibilidade de retribuir algo à Europa e aos países da Europa, é um enorme prazer", afirmou Ingo Weisel.

O processo de auxílio alemão a Portugal arrancou em 25 de janeiro, na sequência de um pedido de ajuda da ministra da Saúde, Marta Temido, à ministra da Defesa alemã, Annegret Kramp-Karrenbauer.

As equipas são constituídas por 26 profissionais de saúde, entre os quais seis médicos. Os equipamentos trazidos pela primeira -- 40 ventiladores móveis e 10 estacionários, 150 bombas de infusão e outras tantas camas hospitalares -- vão permanecer no Hospital da Luz com a chegada da nova equipa.

Leia Também: AO MINUTO: Há 597 doentes em UCI. Número tão baixo só em dezembro

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório