Meteorologia

  • 01 MARçO 2021
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 19º

Edição

"Não há outra maneira senão o regresso por fases", defende Nuno Crato

O ex-ministro da Educação admitiu que o desconfinamento terá de ser feito por fases e que, no âmbito das escolas, há aspetos fulcrais a ter em consideração.

"Não há outra maneira senão o regresso por fases", defende Nuno Crato

O ex-ministro da Educação Nuno Crato defendeu, na segunda-feira, que o desconfinamento terá de ser feito progressivamente. "Não há outra maneira senão o regresso por fases", assumiu.

Considerando a reabertura das escolas, no entendimento do ex-governante há vários aspetos que devem ser tidos em consideração. Um deles passa pelos "jovens e a necessidade de terem um ensino presencial que é mais eficaz e saudável do que o remoto".

Na posição transmitida na antena da SIC Notícias, o antigo ministro reconheceu, porém, o trabalho que está a ser desempenhado pelos professores e pelas escolas. "Estão a desempenhar um esforço imenso que está a ter bons resultados na maioria dos casos. Os jovens continuam a estudar, em contacto com as matérias, continuam a progredir", indicou.

Nuno Crato destacou, ainda, o "problema dos professores" que "estão em contacto com os mais jovens". Embora "se diga que os jovens aguentam mais, estes também são mais assintómaticos e podem, se não houver uma política de testes sistemática, transmitir aos professores e sabemos que temos uma classe docente bastante envelhecida".

Em declarações aos jornalistas no final da reunião no Infarmed de ontem, a ministra da Saúde confirmou que o processo de desconfinamento poderá começar pelas escolas. "É coerente que se pense que é pelas atividades escolares que se comece [o desconfinamento]", indicou Marta Temido.

Importa recordar que, no sábado, Mariana Vieira da Silva, ministra de Estado e da Presidência, afirmara já que o desconfinamento começará pelas escolas, referindo que o Governo já manifestou essa intenção.

Leia Também: Alterações ao apoio aos pais entram hoje em vigor. Eis o que muda

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório