Meteorologia

  • 14 ABRIL 2021
Tempo
17º
MIN 14º MÁX 21º

Edição

Lar Silva Soares na Misericórdia da Figueira da Foz com 31 infetados

O lar Silva Soares, uma das duas estruturas residenciais para idosos da Misericórdia da Figueira da Foz, no distrito de Coimbra, tem um surto ativo de covid-19, com 30 dos 47 utentes infetados, foi hoje anunciado.

Lar Silva Soares na Misericórdia da Figueira da Foz com 31 infetados
Notícias ao Minuto

21:08 - 26/01/21 por Lusa

País Covid-19

No lar, que funciona num edifício autónomo da Misericórdia -- Obra da Figueira (que é a maior instituição particular de solidariedade social da Figueira da Foz), há ainda registo de uma funcionária infetada com o Sars-cov-2, situando o número total de casos em 31.

"Ativámos o nosso plano de contingência, os infetados estão no primeiro andar e os não infetados no segundo andar. E estes andares são perfeitamente estanques, com acessos diferentes e com equipas específicas", disse à agência Lusa Joaquim de Sousa, provedor da Misericórdia -- Obra da Figueira (MOF).

De acordo com aquele responsável, o surto foi detetado no domingo, depois de dois utentes e a funcionária que os acompanhou e veio a testar positivo, se terem deslocado, em dias diferentes, a unidades hospitalares da região.

Acrescentou que os idosos infetados "permanecem nos quartos" e foram todos avaliados pela equipa médica e de enfermagem da instituição, estando "a grande maioria assintomáticos ou com sintomas ligeiros".

"Só um, que já tinha patologia respiratória, tinha níveis de oxigénio abaixo do normal. Foi-lhe dado oxigénio e foi transportado à urgência do hospital, a conselho do médico", indicou.

No lar Silva Soares residem 47 utentes, a grande maioria com idades acima dos 80 anos, sendo que o mais novo tem 66 anos e a mais idosa é uma senhora de 102 anos.

Para além das medidas tomadas para conter o surto no lar Silva Soares, que incluem o fornecimento de refeições em recipientes descartáveis e os acessos através de escadas e elevadores específicos a cada um dos dois andares, a prioridade da instituição passa por garantir que o lar de Santo António, onde residem 98 idosos, se mantém livre de contaminação pelo novo coronavírus.

"Vamos voltar a testar todos os utentes do Santo António na quinta e sexta-feira", frisou o provedor, lembrando que a instituição (que possui dois lares de idosos, um lar de crianças e jovens, uma creche e jardim-de-infância e estruturas de apoio) "tem testado regularmente" todos os utentes e os 130 funcionários que ali prestam serviço.

No passado sábado, cerca de 300 pessoas receberam na MOF a primeira dose da vacina contra a covid-19.

Ouvido pela Lusa, o delegado de saúde da Figueira da Foz, José Farias, confirmou o surto no lar Silva Soares e frisou que o município litoral do distrito de Coimbra "tem tido alguns surtos em lares, felizmente sem desfechos muito graves ao nível dos números de mortalidade".

"Ao contrário da primeira vaga em que estava mais situado a sul e na zona urbana, o vírus agora apresenta uma dispersão grande em termos geográficos", sustentou José Farias.

Segundo os números hoje divulgados pela autoridade de saúde da Figueira da Foz, há sete surtos ativos em lares do concelho, num total de 134 pessoas infetadas.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.140.687 mortos resultantes de mais de 99,6 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 11.012 pessoas dos 653.878 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório