Meteorologia

  • 07 MARçO 2021
Tempo
14º
MIN 11º MÁX 18º

Edição

Covid-19. Detidos por fugir de operação Stop no Porto vão 2.ªf a tribunal

Os dois homens detidos hoje depois de fugirem de uma operação Stop da PSP, no Porto, vão ser presentes a tribunal na segunda-feira, adiantou a subcomissária da Divisão de Trânsito Cátia Moura.

Covid-19. Detidos por fugir de operação Stop no Porto vão 2.ªf a tribunal
Notícias ao Minuto

18:52 - 23/01/21 por Lusa

País Covid-19

Até serem presentes a um juiz de instrução criminal, estes dois homens ficam nas celas da PSP do Porto, acrescentou.

Durante uma ação de fiscalização no âmbito do estado de emergência decretado devido à pandemia de covid-19, o condutor de um automóvel não acatou a ordem de paragem, investiu contra os polícias e fugiu, despistando-se, depois, na ponte do Freixo, ao embater contra os railes de segurança, segundo a polícia.

Aos jornalistas, no local do incidente, Cátia Moura afirmou que o condutor, que seguia com mais uma pessoa, colocou "gravemente em perigo a vida e integridade física dos presentes", nomeadamente, dos polícias e do presidente da Câmara Municipal do Porto, o independente Rui Moreira, que acompanhava a operação.

Dizendo tratar-se de dois jovens, a subcomissária da Divisão de Trânsito da PSP/Porto afirmou que, em causa, estão os crimes de condução perigosa, ofensa à integridade física, condução sem habilitação legal e falta de seguro.

"Um dos motivos apontados pelo condutor para fugir foi não ter carta de condução", contou.

As autoridades fizeram uma operação de fiscalização esta tarde na rotunda de Bonjoia, no sentido Arrábida/Freixo, por baixo da Via de Cintura Interna (VCI).

Esta ação contou com a participação da Polícia Municipal do Porto, que integrou as equipas de intervenção covid-19 da PSP, após uma requisição por esta autoridade.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.107.903 mortos resultantes de mais de 98,1 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 10.194 pessoas dos 624.469 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório