Meteorologia

  • 21 JANEIRO 2021
Tempo
14º
MIN 12º MÁX 16º

Edição

Açores com 63 novos casos e um total de 846 ativos

Os Açores registaram, nas últimas 24 horas, 63 novos doentes com covid-19, 62 dos quais em São Miguel e um no Faial, contando a região atualmente com 846 casos positivos ativos.

Açores com 63 novos casos e um total de 846 ativos
Notícias ao Minuto

12:49 - 14/01/21 por Lusa

País Covid-19

No seu boletim diário, a Autoridade de Saúde Regional informa que os novos casos positivos foram apurados em "1.244 análises realizadas nos laboratórios de referência da região e de um número indeterminado em laboratórios privados".

Na ilha de São Miguel, a mais populosa dos Açores, os 62 casos foram "em contexto de transmissão comunitária" e, no Faial, tratou-se de um "viajante residente com análise de rastreio ao sexto dia".

Há também a assinalar que 91 doentes recuperaram da doença nos Açores: 90 em São Miguel e um na Terceira.

Quanto a internamentos, o boletim da Autoridade de Saúde dos Açores adianta que estão internadas 26 pessoas, 22 na ilha de São Miguel, no Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, com sete doentes em Unidade de Cuidados Intensivos (UCI), mais dois do que na quarta-feira.

Já na Terceira, estão internadas quatro pessoas no Hospital de Santo Espírito, mantendo-se um doente na UCI.

Os Açores contam, agora, com 846 casos positivos ativos, sendo 806 em São Miguel, 32 na Terceira, três no Faial e cinco nas Flores.

Foram detetados até hoje na região 2.908 casos de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, que causa a doença covid-19, verificando-se 23 óbitos e 1.942 recuperações.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.979.596 mortos resultantes de mais de 92,3 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 8.236 pessoas dos 507.108 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório