Meteorologia

  • 10 ABRIL 2021
Tempo
17º
MIN 14º MÁX 18º

Edição

Portugal soma mais 78 mortos e 5.839 infetados pelo novo coronavírus

Boletim epidemiológico desta quinta-feira indica que há mais nove internados, fixando-se o total em 2.794. Nos Cuidados Intensivos há, à data, 383 doentes, menos oito face aos dados anteriores.

Portugal soma mais 78 mortos e 5.839 infetados pelo novo coronavírus

Portugal registou mais 78 mortes relacionadas com a Covid-19 nas últimas 24 horas, tendo notificado, no mesmo período, mais 5.839 infetados pelo novo coronavírus. Os dados divulgados esta quinta-feira representam um aumento de 2,51% em relação aos óbitos e de 3,04% no que toca aos novos contágios. 

No total, desde o início da pandemia, o país acumula 198.011 casos positivos de SARS-COv-2 e 3.181 óbitos

Na quarta-feira, sublinhe-se, o país registou o maior número de sempre de óbitos relacionados com a doença, 82. Assim, com 78 mortos notificados, esta quinta-feira é o pior segundo dia desde o início da pandemia.  

O boletim indica que, no espaço de 24 horas, recuperaram 3. 336 pessoas infetadas com o novo coronavírus em Portugal, sendo agora o total de 113.689. O número de casos ativos da doença é agora de 81.141, mais 2.425 face à véspera. 

De acordo com o boletim da DGS, estão internadas com Covid-19 2.794 pessoas, mais nove do que no dia anterior. Destas, 383 estão em Unidades de Cuidados Intensivos, menos oito do que na quarta-feira. 

Por regiões, o Norte segue a tendência das últimas semanas ao registar o maior número de novos casos (3.567) e de mortes (45). Segue-se Lisboa e Vale do Tejo (LVT), região onde foram notificados 1.345 infetados nas últimas 24 horas e 25 mortos relacionados com a Covid-19. A região Centro soma mais 749 casos positivos e seis óbitos, o Algarve 77 e nenhuma morte e o Alentejo 56 novos casos e duas mortes. 

Nas regiões autónomas, os Açores notificaram 29 positivos e a Madeira 16. Não foi registada qualquer morte nestas regiões associada à infeção pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas. 

Portugal encontra-se em Estado de Emergência devido ao agravamento da pandemia, estando a maior parte da população sujeita a regras mais restritivas como o recolher obrigatório entre as 23 horas e as 5 horas. Nos próximos dois fins de semana, a proibição de circulação na via pública acontece a partir das 13 horas, prolongando-se, igualmente, até às 5 horas. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório