Meteorologia

  • 04 DEZEMBRO 2020
Tempo
13º
MIN 6º MÁX 15º

Edição

Reportado primeiro caso positivo numa escola do 1.º ciclo do Funchal

Um aluno do Colégio de Santa Teresinha, uma escola particular do 1.º ciclo no Funchal, teve um resultado positivo para covid-19, disse fonte da Secretaria Regional da Educação da Madeira.

Reportado primeiro caso positivo numa escola do 1.º ciclo do Funchal
Notícias ao Minuto

16:20 - 31/10/20 por Lusa

País Covid-19

A mesma fonte adiantou que, devido a esta situação, "22 alunos daquele estabelecimento de ensino estão confinados", o que levou à ativação do plano de contingência, sendo o primeiro reportado numa escola de 1.º ciclo na região.

Esta é a quarta situação divulgada em escolas da Madeira em dois dias, depois de sexta-feira, terem sido reportados casos positivos em três escolas do Funchal.

Num comunicado emitido sexta-feira, a Secretaria Regional de Educação, Ciência e Tecnologia indicou que os planos foram ativados nas Escolas Básicas e Secundárias Dr. Ângelo Augusto da Silva (EBSAAS), Gonçalves Zarco (EBSGZ) e Escola Profissional Dr. Francisco Fernandes (EPFF).

"De acordo com os procedimentos previstos nos referidos planos de contingência e com as determinações da autoridade regional de Saúde, um conjunto de 35 alunos, 25 de uma turma da EBSAAS e 10 da EPFF, foram identificados para realização de testes", informou a mesma nota do Governo Regional.

Também a Câmara do Funchal neste dia anunciou ter ativado o seu plano depois de ter sido informada pelo Instituto de Administração de Saúde da Madeira (IASaúde) de que dois funcionários municipais, um do Departamento Jurídico e Fiscalização e outro das Águas, tinham tidos resultados positivos em testes para covid-19.

Mais tarde, o presidente do Governo da Madeira, Miguel Albuquerque referiu que existiam dois casos de covid-19 sinalizados recentemente na Madeira, em que a origem da contaminação é imprecisa, provocaram já mais 12 infetados.

"Temos 12 pessoas que já testaram positivo, mas é provável que possa aumentar", disse Miguel Albuquerque, à margem de uma visita ao Centro de Lavagem Elefante Azul, no Funchal.

O chefe do executivo regional apelou à população para não entrar em pânico e sublinhou que a situação não configura ainda um cenário de transmissão comunitária.

"Ainda não podemos chamar isso [transmissão comunitária]. Vamos fazer a avaliação. Mas é normal. Com a subida exponencial do número de infetados e estando a Madeira aberta ao exterior, é normal", realçou.

Sexta-feira, o IASaúde reportou na Madeira 13 novos casos positivos de covid-19 e um total de 172 infeções ativas, ascendendo a 440 o número de situações confirmadas nesta região desde o início da pandemia.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 45,6 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.507 pessoas dos 141.279 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório