Meteorologia

  • 26 NOVEMBRO 2020
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

Dia Mundial do AVC. Saiba os 3 'F' e reconheça a principal causa de morte

DGS aconselha-o sobre o que fazer para diminuir o risco de sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Dia Mundial do AVC. Saiba os 3 'F' e reconheça a principal causa de morte
Notícias ao Minuto

20:07 - 29/10/20 por Notícias Ao Minuto 

País Acidente vascular cerebral

Esta quinta-feira, dia 29 de outubro, marca o Dia Mundial do Acidente Vascular Cerebral (AVC) que, como indica a Direção-Geral da Saúde (DGS), "é a principal causa de morte e uma das principais causas de incapacidade no adulto" em Portugal. Por hora, "três portugueses sofrem um AVC". 

Nas redes sociais, a Autoridade para a Saúde deixa alguns conselhos sobre o que poderá fazer para evitar sofrer um Acidente Vascular Cerebral.

Numa publicação no Facebook, a DGS explica: "Para diminuir o risco de ter um AVC, aconselha-se que controle a tensão arterial (<140/90), não fume, cumpra a medicação, coma pouco sal/gorduras e faça exercício físico"

Contudo, em caso de estar a sofrer um AVC, é necessário saber reconhecer os sintomas para mais depressa poder pedir ajuda, ligando "imediatamente para o 112". E é aqui que entram os 3 'F'

São eles:

  • Perturbação da fala (Fala);
  • Boca ao lado (Face);
  • Falta de força num braço (Força).

A DGS afirma ainda que o "Acidente Vascular Cerebral é uma emergência médica e tem tratamento!". Deste modo, "quanto mais precocemente for tratado, nas primeiras horas, menor a probabilidade de ficar com deficiência pelo AVC no futuro".

Na data em que se assinala o Dia Mundial do AVC, o Lifestyle ao Minuto falou com a coordenadora da Unidade Cerebrovascular do Hospital São José, Dra. Ana Paiva Nunes, sobre a importância de recorrermos aos hospitais para evitar sequelas e o impacto da pandemia da Covid-19 na doença.

Tire aqui as dúvidas às questões mais recorrentes

Prevenir o AVC também pode ser feito através da alimentação. Conheça seis hábitos a adotar

De lembrar que o AVC consiste no bloqueio do fluxo sanguíneo ou ruptura de uma artéria, provocando a morte das células cerebrais pela falta de oxigénio e nutrientes, como consequência da ausência de irrigação no cérebro. E há dois tipos: O AVC isquémico, que ocorre pelo bloqueio do fluxo sanguíneo; e o AVC hemorrágico, que se dá pelo rompimento de uma artéria.

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), apontam que o AVC é responsável por 12,2% de mortes anualmente, ocupando o segundo lugar na lista de causas de morte em todo o mundo.

Leia Também: INEM encaminhou em média 13 casos por dia para a Via Verde do AVC

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório