Meteorologia

  • 03 DEZEMBRO 2020
Tempo
14º
MIN 8º MÁX 17º

Edição

Sobe para 12 número de internados do lar Mansão de São José em Beja

O número de utentes do lar Mansão de São José com covid-19 e internadas no Hospital José Joaquim Fernandes, em Beja, subiu de 11 para 12, divulgou hoje a Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA).

Sobe para 12 número de internados do lar Mansão de São José em Beja

Na atualização da informação relativa ao surto identificado no lar, a ULSBA refere que há a registar mais um internamento.

Das utentes internadas, que têm idades entre 63 e 96 anos, 10 estão em enfermarias da área dedicada à covid-19, situada no piso 3, e duas estão na Unidade de Cuidados Intensivos Polivalente do hospital de Beja.

O surto de covid-19 no lar Mansão de São José foi confirmado no dia 14 deste mês, depois de utentes e funcionários terem sido testados à presença do novo coronavírus que provoca a doença covid-19 e na sequência da confirmação de dois casos positivos, de uma utente e de uma funcionária.

O primeiro caso de covid-19 detetado no lar foi o de uma utente de 89 anos, que deu entrada no dia 12 deste mês no Serviço de Urgência do hospital de Beja, onde fez um teste de despiste do covid-19 que deu resultado positivo e foi internada.

Após ter sido detetado o primeiro caso, foram feitos testes de despiste aos restantes utentes e funcionários do lar, o que permitiu detetar mais 106 infeções.

Do total de 107 infetados no surto no lar, que apenas acolhe utentes do sexo feminino, uma utente de 91 anos morreu e os restantes são 86 utentes e 20 funcionários.

No sábado, na sequência de uma decisão da autoridade de saúde, a maioria das utentes foi transferida para a Base Aérea N.º 11, perto da cidade, com o objetivo de "descongestionar o espaço" do lar, que "aparentemente" tinha "pessoas em excesso", disse à agência Lusa o presidente da Câmara de Beja, Paulo Arsénio.

O autarca precisou que as utentes, entre as quais há duas não infetadas, foram instaladas num edifício da BA11 que tinha vindo a ser preparado desde abril "precisamente para uma finalidade com estas características".

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 40,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo o mais recente balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.229 pessoas dos 106.271 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório