Meteorologia

  • 26 NOVEMBRO 2020
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

Covid: Taxa de ocupação de camas de enfermaria nos 72% e de UCI nos 71%

Número de novos casos voltou hoje a superar a barreira dos dois mil. Nas últimas 24 horas, morreram mais 16 pessoas.

Covid: Taxa de ocupação de camas de enfermaria nos 72% e de UCI nos 71%

Diogo Serra Lopes frisou, na conferência da Direção-Geral de Saúde desta quarta-feira, que o momento que vivemos "se mantém como um momento de grande preocupação com a evolução da pandemia Covid-19", não apenas em Portugal como a nível internacional.

"O aumento de casos verificado nas últimas semanas coloca, e continuará a colocar uma pressão significativa sobre todo o sistema de saúde e, em particular, sobre a Saúde Pública", acrescentou o governante, lembrando que o conhecimento desta doença ainda é "necessariamente curto", uma vez que só decorreram sete meses desde que foram detetados os primeiros casos.

Ainda assim, os dados permitem concluir que há, atualmente, "menores incidências proporcionais de internamento em enfermaria e em UCI, bem como um menor tempo médio de internamento face aos valores registados em abril e maio deste ano".

O tempo decorrido desde o início da pandemia "permitiu também uma melhor preparação para este momento", sublinhou o secretário de Estado referindo-se aos recursos humanos contratados, ao equipamento adquirido e ao plano de outono/inverno, cuja versão consolidada deverá estar disponível no final desta semana. 

Diogo Serra Lopes destacou também o número recorde de chamadas atendidas na Linha de Saúde 24 atingido esta terça-feira, "sem qualquer deterioração do nível de serviço", assim como "a capacidade de testagem que já atingiu, vários dias, os 30 mil testes diários". O governante realçou, por fim, a capacidade de resposta hospitalar, com os planos de contingência a serem nestes dias ativados, onde são necessários, através da expansão de camas da enfermaria e de UCI dedicadas a doentes Covid-19".

Taxas de ocupação de camas 

O responsável informou que, em termos nacionais, as taxas de ocupação de camas de enfermaria Covid-19 situava-se ontem nos 72%, sendo os valores dos hospitais da ARS Norte mais elevado (76%) entre as ARS do país. Quanto às camas de Unidades de Cuidados Intensivos dedicadas a Covid-19 regista-se uma taxa de ocupação de 71%, sendo que é também na ARS do Norte que se regista o valor mais elevado - 76%. 

No dia em que o país volta novamente a registar mais de 2 mil contágios, Diogo Serra Lopes assegura que, caso seja necessário, com a evolução da pandemia, o SNS está preparado para continuar a expandir a oferta de camas de enfermaria e de UCI dedicados à Covid-19.

"A serenidade é, especialmente em momentos de crise, essencial para que a resposta que estamos e continuaremos a dar seja a melhor possível perante a incerteza e a preocupação que todos sentimos. O SNS respondeu e continuará a responder a este desafio, mas tal só será possível com a colaboração de todos", apelou referindo-se às três regras essenciais: distanciamento social, lavagem das mãos e o uso da máscara. 

129 lares com casos de Covid-19

Questionado sobre os mais recentes surtos em lares, o governante disse, em jeito de balanço, que existem casos de Covid-19 em 129 lares, com 1.425 infetados entre utentes e 593 profissionais.

Os números, parecendo elevados, "devem ser contextualizados", afirmou o secretário de Estado, recordando que os números em abril chegaram a ser bastante mais altos (mês em que  chegou a registar-se 365 lares com casos, e 2.512 utentes infetados e 1.197 profissionais)". Esta é uma situação que, "obviamente pela especial sensibilidade desta população específica, acompanhamos com toda a atenção e continuamos a acompanhar" , assegurou. 

Capacidade do SNS "é bastante elástica"

Interrogado sobre qual é a capacidade máxima do SNS, tendo em conta o cenário de agravamento da pandemia, o governante disse não existir uma resposta "evidente", assinalando que isso depende "de vários factores". "Depende sempre de escolhas nomeadamente relativamente à restante atividade que existe no SNS. Diria que a capacidade é bastante elástica", sublinhou, recordando a possibilidade de se atingir em UCI mais de mais 700 camas sem paragem de atividade, face às mais de 500 que estão mobilizadas no universo total de cuidados intensivos. Quanto a camas de enfermaria, há 21 mil disponíveis no SNS, estando atualmente 1.500 dedicadas à Covid-19, um número que "demonstra bem que a capacidade de extensão existe e poderá ser posta em prática caso seja necessário". 

Surtos em escolas, creches e ensino superior

Graça Freitas deu conta que, neste momento, há 49 surtos ativo, com 449 casos reportados (onde não estão ainda incluídos todos os alunos de Erasmus que "têm sido bastantes").

Recorde aqui a conferência da DGS

O país, que se encontra em estado de calamidade devido à "evolução grave", ultrapassou esta semana a barreira dos 100 mil infetados desde o início de março, encontrando-se numa fase de agravamento da pandemia

Na semana passada, a ministra da Saúde, Marta Temido, antecipou que o número de contágios diários chegaria aos 3 mil brevemente. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório