Meteorologia

  • 03 DEZEMBRO 2021
Tempo
MIN 8º MÁX 16º

Edição

Supremo confirma penas de filha e genro de professora morta no Montijo

Diana Fialho e Iuri Mata condenados a 24 e 23 anos de prisão.

Supremo confirma penas de filha e genro de professora morta no Montijo

O Supremo Tribunal de Justiça confirmou as penas de 24 e 23 anos de prisão para Diana Fialho e Iuri Mata condenados pelo homicídio da professora Maria Amélia Fialho, esta quarta-feira, avança a SIC Notícias.

Diana, de 23 anos, e Iuri, de 27, filha adotiva e genro da vítima, foram condenados em primeira instância, em julho do ano passado, depois de o tribunal dar como provado que o casal matou a professora com golpes de martelo, na casa desta, no Montijo, e ateou depois fogo ao corpo num terreno baldio.

De acordo com a sentença o casal cometeu o crime para ficar com o património de Amélia Fialho, de 59 anos.

Além de ter confirmado as sentenças, o acórdão citado pela SIC Notícias, reitera também a “indignidade sucessória” de Diana Fialho, ou seja, a homicida ficará sem direito à herança da professora.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório