Meteorologia

  • 29 OUTUBRO 2020
Tempo
15º
MIN 11º MÁX 19º

Edição

Surto fecha fábrica da Paladin. Há, pelo menos, 11 funcionários infetados

A fábrica de temperos está localizada na Golegã, no distrito de Santarém, e tem cerca de 350 trabalhadores.

Surto fecha fábrica da Paladin. Há, pelo menos, 11 funcionários infetados

Um surto de Covid-19 encerrou, esta terça-feira, a fábrica da Paladin, zona industrial da Golegã. De acordo com a TVI24, até ao momento, há registo de 11 funcionários infetados.

Contudo, é provável que o número de casos confirmados referente a este foco aumente nos próximos dias, uma vez que a fábrica tem 348 trabalhadores. Destas três centenas de funcionários, 256 ainda estão em fase de testes e 51 pessoas testaram negativo

A direção da fábrica decidiu fechar portas por precaução e deu início aos trabalhos de desinfeção do espaço.

Em comunicado, a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo revelou que já foi informada do surto e que já "determinou medidas de saúde pública adequadas à situação".

Paladin encerrou instalações no dia 18, ao saber do 1.º caso

A Paladin confirmou, posteriormente num email enviado ao Notícias ao Minuto, que tem 11 funcionários infetados, 51 com testes negativos e 256 em fase de testes.

De acordo com a empresa, as instalações foram encerradas no dia 18 de setembro, após ter sido detetado o primeiro caso positivo na equipa Mendes Gonçalves, e não hoje, dia 22, como foi inicialmente anunciado.

Ainda segundo a mesma nota, a Paladin tomou "de imediato a opção de proativamente encerrar, na totalidade as instalações, para levar a cabo uma ação de higienização e desinfeção extra de todos os espaços e proceder à operação de testagem voluntária a todos os colaboradores, da comunidade em funções".

"Acreditamos que só assim conseguiremos garantir a devida proteção às nossas equipas e à comunidade que nos envolve, e só assim conseguiremos, em última análise, travar os contágios. Ao dia de hoje, e depois de proceder aos primeiros testes,  detetamos já 11 casos positivos, na sua maioria assintomáticos ou com leves sintomas, 256 ainda em fase de testes e 51 casos negativos", refere a empresa, garantindo que estão a "trabalhar em estreia relação com as autoridades seguindo todas as indicações das mesmas, mantendo o acompanhamento, em regime diário, dos desenvolvimentos desta pandemia, por forma a validar ou, eventualmente corrigir, as medidas adotadas até aqui".

Esta terça-feira, Portugal identificou mais oito vítimas mortais e 623 infetados pelo novo coronavírus, nas últimas 24 horas, revelou esta segunda-feira a Direção-Geral da Saúde (DGS). Com esta atualização, no total, o país passa a somar 1.920 óbitos e 69.200 casos confirmados de Covid-19, desde o início da pandemia

[Notícia atualizada às 17h40]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório