Meteorologia

  • 29 OUTUBRO 2020
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 19º

Edição

Padrasto abusou de enteada durante ano e meio. Mãe soube e ignorou

Abusos prolongaram-se durante o último ano e meio.

Padrasto abusou de enteada durante ano e meio. Mãe soube e ignorou

A Polícia Judiciária (PJ) informa esta sexta-feira, através de um comunicado, que identificou e deteve um casal, ele, com 45 anos, e ela, com 35, por fortes indícios da prática de crimes de abuso sexual de crianças, cometidos contra a filha da mulher, de 13 anos, durante o último ano e meio.

A PJ adianta que os factos ocorreram na residência onde todos habitavam, na Área Metropolitana de Lisboa, tendo o padrasto aproveitado a coabitação para, de forma permanente, molestar sexualmente a criança.

A mãe da criança foi alertada dos abusos pela vítima, mas decidiu ignorar, "eximindo-se, assim, de exercer os deveres jurídicos a que se encontrava obrigada, designadamente de assistência, de proteção e de prover pela segurança e saúde da sua filha", sublinha a autoridade. 

Os detidos foram presentes a primeiro interrogatório judicial, tendo sido aplicada ao padrasto a medida de coação de prisão preventiva, enquanto à mãe foi imposta a proibição de quaisquer contactos ou possibilidade de frequentar os mesmos locais que a menor, faz ainda saber a PJ. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório