Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2020
Tempo
20º
MIN 15º MÁX 22º

Edição

Costa expressa "gratidão" a quem constrói SNS "universal e inclusivo"

Primeiro-ministro juntou a sua voz à de personalidades como Marcelo Rebelo de Sousa e Catarina Martins para congratular o Serviço Nacional de Saúde. António Arnaut e João Semedo foram recordados nesta data.

Costa expressa "gratidão" a quem constrói SNS "universal e inclusivo"

António Costa juntou-se, esta terça-feira, às vozes que deram os parabéns ao Serviço Nacional de Saúde (SNS) que hoje completa 41 anos. O primeiro-ministro recorreu ao Twitter para agradecer a todos aqueles que constroem um serviço "universal, inclusivo e de qualidade". 

"Nos 41 anos do @SNS_Portugal expresso gratidão a todos os profissionais que constroem um serviço público de saúde universal, inclusivo e de qualidade", começou por assinalar o Chefe do Governo, acrescentando na mesma mensagem que "o SNS tem sido essencial na resposta à pandemia, sendo essa a melhor homenagem que podemos prestar a António Arnaut, seu fundador"

Também Marcelo Rebelo de Sousa já tinha assinalado os 41 anos da rede, numa nota onde elogiou os profissionais de saúde e defendeu um reforço dos meios do SNS

O Presidente da República lembrou "a todos que é necessário ir mais longe, reforçar e dotar o Serviço Nacional de Saúde dos meios adequados para responder ao grande desafio dos próximos tempos" e evocou o fundador do PS e antigo ministro António Arnaut, que morreu há dois anos e é considerado o 'pai' do SNS.

"O Presidente da República assinala, hoje, dia 15 de setembro, os 41 anos do SNS, saudando e agradecendo aos profissionais de saúde que ao longo dos anos, e em particular neste tempo excecional da pandemia de Covid-19, com grande dedicação e, muitas vezes, com enorme sacrifício pessoal e familiar, verdadeiros heróis como tem repetido, têm dedicado o melhor de si próprios a cuidar dos portugueses", lê-se na nota do Chefe de Estado. 

Catarina Martins foi outra das personalidades que parabenizaram o SNS nesta data. A coordenadora do BE felicitou os trabalhadores do Serviço Nacional de Saúde por nunca desistirem desta "extraordinária construção da democracia", recordando as palavras do socialista António Arnaut que considerou tratar-se de "uma exigência ética da civilização".

A líder dos bloquistas recorreu à rede social Twitter para assinalar esta data e citou João Semedo e o socialista António Arnaut, que escreveram juntos o livro 'Salvar o SNS - Uma nova Lei de Bases da Saúde para defender a democracia', apresentado no início de 2018.

Leia Também: Marcelo elogia profissionais de saúde e defende reforço do SNS

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório