Meteorologia

  • 27 SETEMBRO 2020
Tempo
23º
MIN 16º MÁX 24º

Edição

Incêndios. INEM divulga todos os passos da operação de socorro no Gerês

Instituto Nacional de Emergência Médica prestou esclarecimento sobre a sua atuação no acidente com um Canadair, na Serra do Gerês, que vitimou um piloto português e deixou o co-piloto espanhol em estado grave.

Incêndios. INEM divulga todos os passos da operação de socorro no Gerês

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) publicou, este domingo, um esclarecimento sobre a sua atuação no acidente com o Canadair, na Serra do Gerês, que que vitimou um piloto português e deixou o co-piloto espanhol em estado grave. A organização revelou uma cronologia que mostra todos os passos da operação. 

"Face à notícia publicada hoje, dia 9 de agosto de 2020, pelo Jornal de Notícias (JN), intitulada 'Três horas para pousar a 300 metros das vítimas'", o INEM começa por esclarecer, numa nota publicada no Facebook, que "é falso que o helicóptero só tenha chegado ao local da ocorrência às 14:28 horas". O meio de emergência afirma ter aterrado "perto do local exatamente às 12h28". 

Neste seguimento, o INEM revelou de que forma e em que horários - "que se encontram devidamente registados" -, se deu a mobilização dos seus meios para este acidente:

11h25 – Recebido o alerta para um acidente com um avião Canadair em Ponte da Barca, via Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil;

11h26 – Acionamento da Ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV), sedeada em Arcos de Valdevez;

11h27 – Acionamento da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Viana do Castelo;

11h30 – Acionamento do Helicóptero de Emergência Médica Norte, sedeado em Macedo de Cavaleiros;

11h38 – Acionamento do Helicóptero de Emergência Médica Centro, sedeado em Viseu;

12h28 – Helicóptero de Emergência Médica Norte aterra a cerca de 300 metros do local da queda do Canadair, tendo a equipa médica feito o percurso a pé até às vítimas;

12h43 – Equipa Médica do Helicóptero de Emergência Médica Norte chega junto das vítimas e inicia assistência médica diferenciada, continuando as manobras de reanimação que já tinham sido iniciadas pela equipa de socorro que primeiro chegou ao local.

O Instituto destacou ainda que "as vítimas receberam, por parte do INEM, assistência médica diferenciada tão rapidamente quanto possível, num local de muito difícil acesso", manifestando ainda "profunda tristeza pela morte do Comandante Jorge Jardim". 

Recorde-se que o INEM assegurou hoje que o primeiro helicóptero mobilizado para o socorro aos pilotos do 'Canadair' que caiu no sábado, quando combatia o fogo que lavra no Parque Nacional da Peneda-Gerês, chegou ao local cerca de uma hora depois do alerta.

Entretanto, ainda no sábado, o Ministério da Administração Interna determinou à Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) a abertura de um inquérito ao incêndio, no âmbito do qual ocorreu o acidente com a aeronave portuguesa que estava a combater as chamas e que causou a morte do piloto.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório