Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2020
Tempo
14º
MIN 12º MÁX 19º

Edição

Libertação de Rui Pinto? "Uma boa decisão" que chega "muito tarde"

Francisco Louçã concorda com a decisão tomada no processo do hacker gaiense que vai aguardar julgamento em liberdade: "Esta decisão é muito razoável".

Libertação de Rui Pinto? "Uma boa decisão" que chega "muito tarde"

Francisco Louçã, no seu habitual comentário das sextas-feiras na SIC Notícias falou sobre a libertação, hoje conhecida, do hacker Rui Pinto, que se encontrava em prisão domiciliária. Questionado acerca da sua visão sobre este avanço no processo, sublinhou que se trata de "uma boa decisão" que chega "muito tarde"

Rui Pinto foi "preso em janeiro de 2019, portanto há um ano e meio, passou mais de um ano em prisão preventiva e, depois, em prisão domiciliária", recordou Louçã, acrescentando que "esta decisão é muito razoável"

"É certo que tudo indica que só em algum momento neste percurso é que Rui Pinto terá decidido passar informações às autoridades, coisa que devia ter feito na medida em que teve conhecimento de alguma evidência do que poderão ser crimes graves", destacou, "mas o facto é que é uma boa decisão da justiça e é uma boa decisão de Rui Pinto". 

O economista frisou também o que esta libertação "pode significar para a justiça portuguesa" que é "poder-se começar a investigar algum do fundo da corrupção nos grandes do futebol que é um dos problemas mais relevantes da corrupção".

De recordar que o hacker gaiense vai ficar a aguardar julgamento em liberdade, ficando obrigado a apresentações semanais na Polícia Judiciária. Rui Pinto começa a ser julgado em 4 de setembro no Tribunal Central Criminal de Lisboa por 90 crimes: 68 de acesso indevido, 14 de violação de correspondência, seis de acesso ilegítimo e ainda por sabotagem informática à SAD do Sporting e por tentativa de extorsão.

O Ministério Público opôs-se à libertação de Rui Pinto, que foi justificada pela juíza Margarida Alves com a "contínua e consistente colaboração" com a Polícia Judiciária e o "sentido crítico" do criador da plataforma Football Leaks.

Sobre esta questão, Marcelo Rebelo de Sousa disse respeitar a decisão da Justiça. "Respeito a decisão da Justiça e não tenho nada a comentar", afirmou o Presidente da República, no Porto Santo, arquipélago da Madeira, onde se encontra de férias até sábado.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório